Logo do siteSilhueta da face do Maujor seguida do texto Maujor o dinossauro das CSS

Menu hamburger Três barras horizontais na cor laranja destinadas a ser clicada para abrir o menu menu do site

Você está no BLOG do Maujor. IR PARA O SITE

Elementos VAR – CITE – ABBR – ACRONYM

Publicado em: 2006-05-7 — 16.100 visualizacoes         

Esta página integra o Compêndio sobre o uso dos elementos HTML e descreve os elementos:
VAR  CITE  ABBR  ACRONYM

O elemento VAR
Destina-se a indicar que trata-se do nome de uma variável ou de um argumento de um programa. Normalmente é usada quando transcreve-se um código e aparece dentro do elemento CODE ou PRE.

Exemplo:

<pre>
if (document.getElementById) <var>blnDOM</var> = true;
</pre>

No código acima blnDOM é o nome de uma variável.

Nota: Nomes de variáveis e de argumentos de um programa marcados com VAR são em geral renderizados em itálico.
Somente para efeito de visualização, marquei estas três palavras (devem estar em itálico) com VAR

O elemento CITE
Destina-se a marcar textos que citem ou façam referência a outras fontes
(em geral a um documento ou texto externos).

Exemplos:

1-) Informações detalhadas podem ser encontradas na <cite>Norma [ISO-0000]</cite>.

2-) Como disse <cite>Jeffrey Zeldman</cite>: 99,9% dos websites são obsoletos.

Nota: Textos marcados com CITE são em geral renderizados em itálico.
Somente para efeito de visualização, marquei estas três palavras (devem estar em itálico) com CITE

Os elementos ABBR e ACRONYM

Estes são, talvez, os dois mais polêmicos elementos do HTML . Existem centenas de artigos na Web, sobre eles, incluindo milhares de comentários, pontos de vista, opiniões e "achismos" sobre suas definições e emprego.

E o caos fica estabelecido a partir de inconsistências na Recomendação do W3C para o HTML 4.01 que não é conclusivo na seção em que trata destes elementos.
Ali está dito:

ABBR – indica uma forma abreviada (p.ex.: WWW, HTTP, URI, Mass., etc.).
ACRONYM – indica um acrônimo (p.ex.: WAC, radar, etc.).

e, mais adiante:

Os elementos ABBR e ACRONYM permitem aos autores indicar claramente abreviaturas e acrônimos. Linguagens ocidentais fazem um amplo uso de acrônimos, tais como “GmbH”, “NATO”, e “F.B.I.”, bem como de abreviaturas tais como “M.”, “Inc.”, “et al.”, “etc.”.

e finaliza assim:

O conteúdo dos elementos ABBR e ACRONYM especifica a própria expressão que foi abreviada da forma como ela deveria aparecer no fluxo do texto em que foi inserida. O atributo title destes elementos deve ser usado para fornecer o significado expandido da abreviatura. A seguir alguns exemplos de uso do elemento ABBR:


<P>
<ABBR title="World Wide Web">WWW</ABBR>
 
 <ABBR lang="fr" 
 title="Soci&eacute;t&eacute; Nationale des Chemins de Fer"> 
 SNCF
</ABBR>
 
 <ABBR lang="es" title="Do&ntilde;a">Do&ntilde;a</ABBR>
 <ABBR title="Abbreviation">abbr.
 </ABBR>

Notar que tanto abreviaturas como acrônimos frequentemente têm uma pronúncia idiosincrática. Por exemplo: enquanto “IRS” e “BBC” são pronunciados letra por letra, “NATO” e “UNESCO” são pronunciados foneticamente como uma palavra. E ainda, algumas formas abreviadas (p.ex.:, “URI” e “SQL”) são pronunciadas letra por letra por alguns e pronunciadas como uma palavra por outros. Quando necessário, os autores devem usar folhas de estilos para definir a forma de pronúncia de uma aabreviatura.

É, realmente não dá para ser conclusivo à luz da leitura das recomendações do W3C.

Para aumentar ainda mais a confusão o Internet Explorer não reconhece o elemento ABBR.
Isto levou os autores a preferir o uso de ACRONYM em detrimento de ABBR e da semântica. Contudo esta argumentação para emprego indiscriminado de ACRONYM já foi abandonada e atualmente a tendência é a de colocar a semântica em primeiro plano e usar ABBR onde for apropriado apesar do Internet Explorer.
Esta prática errônea, deixou como herança uma convicção entre muitos desenvolvedores desatentos, de marcar HTML, XHTML e CSS como acrônimos quando na verdade são abreviaturas.

Não vou me alongar em mais considerações, pois como já disse o assunto é polêmico e contraditório. Contudo há alguns pontos que se tornaram consenso geral ou mesmo prática da maioria e deles tirei três regrinhas para meu uso pessoal que compartilho com vocês:

  1. Em geral, a abreviatura é pronunciada letra a letra (p.ex:.INSS, CSS, HTML, SVG, W3C, etc.) e o acrônimo pronunciado como uma palavra (p.ex:.NATO, AIDS, EMBRAPA, DOS, GUI, etc.).
  2. Todo acrônimo é uma abreviatura, mas nem toda abreviatura é um acrônimo. Na dúvida, marque com ABBR e estará semanticamente correto.
  3. Para abreviaturas de um termo que não seja exclusivo da lingua portuguesa, consulte:
    um glossário online contendo uma lista de abreviaturas e acrônimos
    que ele pode estar lá. O glossário está disponível para download e consulta offline.

Exemplos:

1-) Informações detalhadas podem ser encontradas no compêndio <abbr title="HyperText Markup Language" >HTML</abbr> do blog do Maujor .

2-) Venha você também participar da <acronym title="Web Standards Enciclopédia">WaSPedia</acronym>.

Nota: A renderização de ABBR e ACRONYM varia conforme o agente de usuário. Para navegadores standards ambos são sublinhados com um tracejado e ao passar o mouse sobre, aparece uma dica de contexto com o texto do atributo TITLE.
O Internet Explorer ignora o elemento ABBR
Veja abaixo como são renderizadas as frases do exemplo no seu navegador.

1-) Informações detalhadas podem ser encontradas no compêndio HTML do blog do Maujor .

2-) Venha você também participar da WaSPedia.

[ « anterior ]   [ index ]    [ próximo » ]

Livros do Maujor

Desenvolvimento com Padrões Web? Adquira os livros do Maujor
Clique a "capinha" para visitar o site do livro.

capa livro jQuery   capa livro ajaxjQuery   capa livro css   capa livro html   capa livro javascript   capa livro html5   capa livro css3   capa livro jQuery Mobile   capa livro jQuery UI   capa livro SVG   capa livro RWD   capa livro foundation   capa livro HTML5 e CSS3   capa livro Bootstrap3   capa livro Sass e Compass

Esta matéria foi publicada em: 2006-05-7 (domingo). Subscreva o feed RSS 2.0 para comentários.
Comente abaixo, ou link para http://www.maujor.com/blog/2006/05/07/el-varacronym/trackback no seu site.

8 comentários na matéria: “Elementos VAR – CITE – ABBR – ACRONYM”

  1. Bruno RibeiroNo Gravatar disse:

    Meus sinceros agradecimentos, não apenas por este artigo, mais por todo o site. Tenho passado horas estudando nos ultimos dias e o que é melhor, tenho visto resultados. portanto, obrigado por toda essa gama de informações.
    Um Abraço.

  2. Andre LimaNo Gravatar disse:

    Maujor,

    Primeiramente muito obrigado pelo seu trabalho… Eu não queria aumentar a polemica que cerca este assunto, mas a w3cschools diz que “WWW” é um acronym… agora fiquei perdido. Alguem pode me dar uma luz?!

    Um abraço

    Andre Lima

  3. LeyrsonNo Gravatar disse:

    Bem colocado. Explica de forma simples a grande polêmica.. sem dúvida .. ieca tira do sério. Engraçado, estou usando hehe.

    Use abbr no IE

    Testem a biblioteca em javascript que o Inglês Edwards preparou. Corrigi a falha de abreviação no IE, box model, transparencia com PNG.. etc..

    Usar css2 e algumas coisas do 3 sem se preocupar com ieca, ex: h1:hover … Grande Edwards.. a library é fantastica..

    Eu gostei bastante do trabalho, estou acompanhando.

    Site: http://dean.edwards.name/IE7/notes/
    © http://dean.edwards.name

    Abraço a todos, sucesso.

  4. MarceloNo Gravatar disse:

    Maurício, muito boa a matéria. Parabéns. Uma dúvida: no caso de um termo de glossário, o acronimo poderia ser utilizado? Seria semântico neste contexto, já que não existe uma tag específica?

  5. Carlos ViníciusNo Gravatar disse:

    Achei o arqtigo muito interessante. Parabéns!

  6. Pedro RogérioNo Gravatar disse:

    Legal as dicas Maurício. Obrigado.

  7. Carlos EduardoNo Gravatar disse:

    É… Pra mim a relação é a seguinte:

    ABBR é quando se pronunciam as letras;
    ACRONYM é quando pronunciamos, como se fosse uma palavra.

    Acho que assim fica mais simples, sei lá…

  8. Andre MetzenNo Gravatar disse:

    Muito interessante o artigo, realmente esclareceu algumas duvidas que eu tinha em relação ao ABBR e ACRONYM.

    Abraços Mauricio

Comentário:





Teclar "Enter" cria um novo parágrafo. Teclar "Shift + Enter" causa uma quebra de linha.

Subscribe without commenting

topo