Logo do siteSilhueta da face do Maujor seguida do texto Maujor o dinossauro das CSS

Menu hamburger Três barras horizontais na cor laranja destinadas a ser clicada para abrir o menu menu do site

Você está no BLOG do Maujor. IR PARA O SITE

Livro jQuery 2a. edição (sorteio)

Publicado em: 2010-05-24 — 24.473 visualizacoes         

Quer ganhar um livro da recém lançada 2a. edição do livro jQuery – A biblioteca do programador JavaScript?
Leia esta matéria e participe. Ao longo da matéria estão inseridas as instruções para particitar. Promoção encerrada

Foi lançada em 22 de maio passado no 15o. EDTED em Curitiba a 2a. edição do livro jQuery do Maujor. Trata-se de uma revisão e ampliação da 1a. edição lançada no ano 2008.

Introdução

A web em geral e as tecnologias de desenvolvimento para web em particular têm como uma de suas características mais marcantes o dinamismo. Desenvolvedores web comprometidos com qualquer linguagem de programação precisam estar constantemente se reciclando e atualizando, quer frequentando encontros de TI, workshops, cursos de atualização, leitura de revistas especializadas, pesquisas na web etc.

Uma das fontes de consulta para aprendizado e atualização são os livros. Fossem as tecnologias web estáticas seriam os livros para web eternos. Mas, a regra geral não é essa, e os livros precisam atualização. Alguns com menos frequencia outros com mais frequencia, outros ainda com tanta frequencia que se tornam inviáveis.

O livro CSS do Maujor aborda as CSS2.1, foi lançado no ano de 2007 e não será atualizado com uma 2a. edição, pois, tudo indica que nada mais será acrescentado nas CSS2.1. Um livro sobre as CSS3 não será uma atualização e sim um novo livro, totalmente diferente, a escrever quando as CSS3 forem uma especificação estável.

Ao contrário, um livro sobre Word Press, por exemplo, é uma incógnita em termos de necessidade de atualização e em casos extremos pode tornar-se desatualizado até mesmo na fase em que estiver sendo escrito.

O que dizer de PHP? Qual foi a versão do PHP que você aprendeu na faculdade? ou estudou? Ela foi atualizada ou continua a mesma?

E, qualquer outra linguagem de programação?
A regra geral é: preciso estar constantemente atualizado com as tecnologias web que aprendi sob pena de ficar para trás e perder meu lugar no mercado.

Para participar do sorteio deixe um comentário nesta matéria relatando suscintamente suas experiências com atualização de conhecimentos da(s) tecnologia(s) com a(s) qual(is) trabalha e opcionalmente a sua opinião sobre o assunto.

Duas respostas

Tanto no EDTED de Curitiba como via email e notadamente via twitter meus leitores tem me perguntado sobre esta nova edição do livro. São várias perguntas que podem ser resumidas em duas.

Quais as diferenças entre as duas edições do livro?
Em primeiro lugar devo dizer que tudo o que tem na 1a. edição, tem na 2a.
A maior diferença, a própria razão do lançamento de uma 2a. edição, foi a atualização da biblioteca. A primeira edição foi lançada na vigência da versão 1.2.6. No dia de hoje estamos na versão 1.4.2 e é esta a versão tratada na 2a. edição do livro. Assim, as funcionalidades das versões 1.3, 1.3.1, 1.3.2, 1.4, 1.4.1 e 1.4.2, evidentemente não tratadas na 1a. edição, estão na 2a. edição. Além disso foi acresentada, no capítulo 12, a técnica básica de animação automática de slide-show com uso do método setTimeout(), no capítulo 13 aprofundamos as técnicas de criação de plu-ins, no Apêndice das FAQ acrescentamos alguns exemplos mostrando as técnicas de uso de algumas funcionalidades das novas versões e evidentemente ao longo do livro estudamos e exemplificamos as funcionalidades não tratadas nas edições anteriores.
Comprei a 1a. edição. Preciso comprar a 2a. edição?
Não necessariamente. Os dois mais notáveis livros sobre jQuery em lingua inglesa estão, ambos, na sua 2a. edição e eu comprei os quatro, mas você não precisa fazer o mesmo. Quer atualizar seu livro sem gastar um tostão? Consulte no site da jQuery as funcionalidades introduzidas nas versões posteriores à versão 1.2.6 e faça uma relação delas. Procure tutoriais online sobre cada uma e estude-os e você terá feito uma atualização teórica do livro. Vá ao site da 2a. edição do livro e selecione os exemplos novos, estudando-os e você terá atualizado seu livro.
Nota: Para uma visão geral das diferenças entre edições consulte os sumários dos livros no site deles.

Ganhe um livro autografado

A seguir as regras para participar do sorteio.

  • Deixe um comentário conforme pedido no texto da matéria. (leia a matéria para saber o que foi pedido para comentar). Comentários que não atendam esse requisito serão deletados.
  • Além do que foi pedido para comentar, você pode emitir qualquer outra opinião sobre o assunto tratado na matéria.
  • Comece o comentário escrevendo o nome e sobrenome que irá constar na dedicatória do autógrafo no livro.
  • Se você tem uma conta no twitter e quer contribuir com o Maujor anuncie este post no seu twitter. Isto é um pedido e não uma regra de participação.
  • Os comentários serão aceitos até segunda-feira, dia 31 de maio, às 23:59h. Vale o horário Brasília.
  • O ganhador será escolhido pelo número do comentário. Vou sortear um número de 1 (um) até o número total de comentários e o número sorteado apontará o ganhador.
  • Vale apenas um comentário por participante ou email.
  • O sorteio será feito com a ferramenta on-line do site ramdom.org. Se o site estiver indisponível por ocasião do sorteio vou sortear nas “bolinhas de papel”. Este aviso sobre critério do sorteio não é para você, mas infelizmente faz-se necessário: se eu quiser oferecer o livro a alguém em particular não farei um sorteio, mandarei direto como presente como já fiz algumas vezes.

Atualização: Os critérios de aprovação de comentários no blog causam mudanças na numeração dos comentários. Um comentário com aprovação automática pode entrar antes de outro(s) moderado(s) postado(s) anteriormente e em consequencia assumir um número menor do aquele, causando alteração na numeração. Seu número definitivo será aquele atribuido quando os comentários forem encerrados, antes da votação.

Boa sorte a todos e um grande muito obrigado aos que admiram e seguem meu trabalho.

Um país se faz com homens e livros
Monteiro Lobato

Livros do Maujor

Desenvolvimento com Padrões Web? Adquira os livros do Maujor
Clique a "capinha" para visitar o site do livro.

capa livro jQuery   capa livro ajaxjQuery   capa livro css   capa livro html   capa livro javascript   capa livro html5   capa livro css3   capa livro jQuery Mobile   capa livro jQuery UI   capa livro SVG   capa livro RWD   capa livro foundation   capa livro HTML5 e CSS3   capa livro Bootstrap3   capa livro Sass e Compass

Esta matéria foi publicada em: 2010-05-24 (segunda-feira). Subscreva o feed RSS 2.0 para comentários.
Comentários estão fechados, mas trackback é possível.

142 comentários na matéria: “Livro jQuery 2a. edição (sorteio)”

  1. MaujorNo Gravatar disse:

    O sorteado foi o autor do comentário no 57.
    Parabéns Cauã Donadelli Stopiglia.
    Entre em contato via email maujor[AT]maujor[PT]com para combinarmos a remessa do seu exemplar do livro.

  2. Patrick ArtmannNo Gravatar disse:

    Autodidata em Design, entrei na faculdade de Design Gráfico para pegar o canudo e hoje trabalho com web.
    A pouco recomecei todo o aprendizado de web usando CSS e a minha maior referência tem sido o Maujor.

  3. Filipe LemosNo Gravatar disse:

    Filipe Lemos

    Diante da situação atual do mercado de trabalho no ramo da Tecnologia da Informação, manter-se atualizado é algo vital para garantir a presença no mesmo. Sem sombra de dúvidas, as melhores oportunidades aparecem para aqueles que procuram se sobressair e atualizar os seus conhecimentos, estando um ou mais passos na frente dos seus concorrentes.

    O desenvolvimento para Web é uma das vertentes mais dinâmicas desse mercado, pois a cada hora surgem diversas novidades que visam atender as necessidades dos clientes e desenvolvedores.

    Conhecendo o trabalho do Maujor através das lições de CSS do seu site, acredito que seu livro de jQuery venha a ser mais uma grande referência para aqueles que buscam novos conhecimentos por meio de um método simples, claro e de fácil entendimento.

    Desde já, gostaria de deixar meus parabéns ao Maujor por todo o seu trabalho e a contribuição que ele representa para toda a comunidade. Um abraço e fique com Deus!!!

  4. Fabiano FonsecaNo Gravatar disse:

    Quando comecei (há uns 4 anos) desenvolvia tudo na mão, javascript, html, php e css… tinha apenas o auxilio do Dreamwever em uma ou outra função em javascript. Hoje com mais experiencia uso jQuery e alguns Open Source como o Magento e WordPress. Hoje queria focalizar em desenvolvimento front-end.

  5. Luciana EllerNo Gravatar disse:

    Eu considero a internet meu principal meio de atualização. É onde posso compartilhar problemas e soluções com outras pessoas, em tempo real, o que torna o trabalho mais fácil, mais interessante, e também mais prazeroso. Porém, os livros são fundamentais. É através deles que conhecemos melhor a estrutura de um determinado assunto ou linguagem, e podemos conhecer um pouco da história das coisas, e tudo isso sem ter que revirar toda a rede 😉

  6. Léo HaddadNo Gravatar disse:

    Sou autodidata, entrei na faculdade de computação para ter diploma, mas todo o conhecimento que possuo foi lendo livros, blogs, etc…
    Trabalho hoje principalmente com framework Cakephp (php), jquery, html e css.
    Apesar do PHP ter sofrido poucas mudanças desde que comecei, o cakephp sofreu grandes mudanças; o próprio jquery eu precisei dar uma relida nas novidades dessa nova versão.
    Quanto mais estudo, mais necessidade eu vejo de continuar estudando. Toda hora temos grandes mudanças em tecnologia.

  7. Leandro FernandesNo Gravatar disse:

    Cliquei em visualizar e perdi todo meu comentário.

    nao apareceu como voltar pra editar e o texto se perdeu quando cliquei em voltar…

    🙁

  8. Davi BusanelloNo Gravatar disse:

    Quando estive na faculdade comecei aprendendo com versões defasadas de linguagens e softwares, mas nada que pudesse me atrapalhar, pois quem escolhe a área de TI deveria pelo menos saber que precisa manter-se atualizado constantemente. Onde algumas atualizações são feitas todos os dias. Dica: facilmente mantém-se atualizado participando de grupos de discussão, lendo a blogs, e feeds.

  9. Frederico DietzNo Gravatar disse:

    Comecei a me interessar por desenvolvimento web no começo do ano 2000, na época era só por diversão, e tudo estático, comecei a ver um pouco de css mas logo fiquei ocupado com outras coisas e deixei esse hobby de lado, ano passado surgiu uma oportunidade de voltar a desenvolver pra web, aceitei a idéia e comecei a estudar, mas vi que muita coisa tinha mudado, e foi muito difícil recuperar o tempo perdido, aliás, ainda estou recuperando, no atual momento estou aprendendo sobre jquery, fico cada dia mais maravilhado com esta ferramenta. E agora sei o quanto é importante manter-se atualizado.

  10. Renato TavaresNo Gravatar disse:

    Maujor sempre ajudando a comunidade brasileira com ótimo conteúdo parabéns

  11. Dereck AndrewsNo Gravatar disse:

    Bem interessante a matéria.
    E é fato. Esse mundo da TI é muito dinâmico. Em constante mudança.
    E essa nossa área de Web não é diferente.
    Sempre surgem inovações, idéias, ferramentas e todo um aparato que surge para ajudar (geralmente, essa é a idéia, não?) a tornar as coisas mais fáceis para nós, profissionais da Web.

    Me lembro quando a 10 anos atrás fui apresentado ao HTML.
    Como fiquei maravilhado. Era um mundo novo que se abria pra mim.

    Criava páginas e mais páginas todo contente e sorridente, com linhas de códigos como “body background=”….”, “body bgcolor=”….”, “font face=”…” ou ainda um tal de ” pre” que era “ótimo”. Entre outros.

    Mas aí me mostraram um tal de CSS, que de cara não gostei. Mas como não podia ficar apenas nos “font face” da vida, me aprofundei e logo me apaixonei pelo CSS. Com o tempo fui me adequando aos padrões, tableless, webstandards. Ainda entrei no mundo do javascript, XHTML, PHP e agora estou começando a me entender com o Jquery.

    Ou seja, realmente temos que acompanhar toda essa evolução se não quiser ficar para trás, parado no tempo. Isso é fato.

    Imagine se eu tivesse ficado parado lá atrás, com o “body bgcolor=”…” e o “pre” que eu tanto achava “ótimo”.

    Abraço, Maujour. Sou um dos muitos que já aprenderam com você e seus tutoriais e dicas.

  12. Helbert MirandaNo Gravatar disse:

    Para nós que trabalhamos diariamente com tecnologia e temos esta gama infinita de ferramentas à disposição, manter-se atualizado é mais do que uma obrigação. É necessidade.
    E principalmente nos dias de hoje devemos ter muita atenção com a origem deste conhecimento. Inúmeros são os casos de pseudo-autores e pseudo-obras.

  13. Jorge Antônio da SilvaNo Gravatar disse:

    É indiscutivel o assunto de termos a cada dia uma linguagem nova surgindo, uma nova plataforma de técnologia para explorarmos, um novo plugin, uma nova biblioteca, uma nova técnica… emfim são várias as tranformações que a web passa hoje em dia, e somos surpriendidos cada vez que buscamos algo no Google e vemos um monte de solução pra aquele problema enfretado. É certo que não somos capaz de aconpanhar tão grande, e rápida evolução, mas temos que faz o máximo para tentar se manter atualizados, pois hoje em dia o que difere de um bom desenvolvedor do outro e o fato de estar atualizado.

    Fazer do trabalho a experiência, não somente com clientes mas também com projetos pessoais, sempre em busca de algo novo pra acrescentar a você e super importante e podendo ser de extrema utilidade mais pra frente. Busca sempre ficar mais atualizado, nunca é demais!

  14. Meyrele TorresNo Gravatar disse:

    Acho importante as atualizações, pois muita vezes resolvem bugs e trazem novas funcionalidades que só percebemos que são necessárias quando começamos a usar a ferramenta. Nunca tive problemas com elas, com excessão do actionscript, que na sua versão 3 mudou muito em relação à versão 2. Mudou pra melhor, mas trouxe muita dor de cabeça pra quem teve que “reaprender” a linguagem.

  15. Fábio FonsecaNo Gravatar disse:

    Logo que comecei a trabalhar com Web Design em uma empresa foi solicitada a compra de um software para diagramação dos códigos fontes do site e logo depois coisa de dois meses a empresa que fabricava este software foi comprada por outra que integrou este software a um de seus produtos deixando de dar suporte e continuidade ao software que a empresa comprou chegou um momento que ficou inviável usar o software que não teve mais atualizações para as novas tecnologias da Web, não me lembro como a empresa do software chamava, mas ela foi comprada pela Macromedia que hoje é da Adobe.
    Comecei a trabalhar com informática mais especificamente Hardware em 1991 e de lá para cá muita coisa mudou em todos os segmentos da informática, um exemplo é que se você tem um computador com uns três anos ou mais e tiver que trocar a placa mãe, por exemplo, dificilmente vai achar uma placa que de para aproveitar o processador por causa o socket do mesmo que hoje em dia já são diferentes ai vai ter que gastar mais um pouco para comprar um processador novo que seja compatível com as placas mães do mercado atual…!

  16. Thiago PradoNo Gravatar disse:

    Atualizações mesmo trabalhando a pouco tempo com programação e ainda fazendo faculdade na unesp de presidente prudente tenho apanhado ao aprender algumas linguagens de programação ou marcação, um bom exemplo é o bom javascript utilizando XML e DOM, hoje existe para alguns uma briga para usar JSON, e mais uma atualização de normas, o mesmo vemos em sistemas operacionais, mesmo que de forma mínima. Bom ainda não necessitei comprar nenhum livro de programação novamente por atualização, porem livros para servidores já tive principalmente se tratando das atualizações do Apache.
    Espero ter sorte e ganhar este livro é o único que falta para completar os estudos na área ajax
    Abraço

  17. BrayanNo Gravatar disse:

    Se formos falar em segurança, o seu código não pode ficar ultrapassado ou obseleto senão isso pode lhe trazer sérios problemas mesmo. Quando estou usando CMS embora o conceito diga que o mais novo eh sempre melhor eu uso a versão estável 1 antes da atual, devido as incompatiblidades etc e tal. Quando comecei a estudar php ja comecei direto do 5 já que nem este eh novo, estamos para ver a versão 6 do php já faz um bom tempo tambem. E porque não falarmos do layout com tabelas em sites? Hoje a maioria usa CSS com tableless, poucos utilizam as tão antigas tabelas. No mundo da tecnologia a atualização eh sempre necessária, mas tem tb a hora de se atualizar, sempre saber ponderar isso é bom.
    Quero ganhar o livro para aprender Css decentemente hehe, se eu não ganha depois eu compro 😀 Valeu

  18. Elenildo JoãoNo Gravatar disse:

    Trabalho com XHTML, CSS e PHP, e não tive problemas ainda de atualizações justamente pelo pouco tempo de experiência que tenho.

  19. Guilherme SchumacherNo Gravatar disse:

    Sou formado em Design Gráfico e atuo como webdesigner, portanto, desenvolvo todo o site, desde a usabilidade, fluxo de informações, até a programação sozinho. Com podem perceber, é muito conteúdo para atualizar… Para mim, o melhor é criar uma base forte, principalmente de linguagem visual e lógica de programação, que são conceitos que nunca vão mudar, e sempre acompanhar as novas tendências e tecnologias. Leio revistas da área e fóruns. Sobre os livros, procuro sempre fazer uma escolha inteligente, pois vários já abordam conceitos que não se usam mais… mas o legal é procurar aqueles que, ou abordam as últimas tecnologias (como os do maujor 🙂 ), ou abordam conceitos base.

    Minha opinião é que o profissional web precisa estar sempre atualizado pois sempre, mesmo que você saiba fazer do melhor jeito, existe um jeito melhor e mais prático de fazer… mas ao mesmo tempo o profissional deve sempre trabalhar na sua base, pois também não adianta conhecer todas as tecnologias e não saber como usá-las…

    Abraço!
    Abraços!

  20. Rafael CortezNo Gravatar disse:

    A web evolui em um ritmo alucinante, fazer um livro acompanhar a web é difícil, mas indispensável.
    Quando começamos a “dominar” um linguagem, logo nos deparamos com novidades e atualizações sobre as mesmas, um desfio constante.

  21. Walber PimentaNo Gravatar disse:

    O meu caso provavelmente é singular. Nunca programei um site por linhas de códigos, sempre o fiz de forma autonoma utilizando programas como o Dreamweaver e seu similares. Hoje, cursando meu segundo semestre de graduação em tecnologia em banco de dados eu voltei a despertar o interesse da época de adolescencia e a minha preocupação do momento não é em manter-me atualizado e sim em adquirir o conhecimento de forma objetiva visando aproveitar as oportunidades crescentes desse mercado web. Estar constantemente atualizado será uma consequencia do caminho que venho traçado. Comprei dois excelentes livros de php para iniciar meus estudos, adquirir video aulas e procuro acompanhar fóruns à respeito. Notei com tudo isso que não vale apenas estar “atualizado” e que é preciso mais que nunca estar “antenado”, quero dizer, não apenas conhecer as sucintas mudanças na linguagem, mas saber qual é o destino desse mercado: para onde vamos? quais serão as tendencias para os proximos anos? É pensando nisso que eu tenho procurado não apenas aprender a ultima versão do PHP, mas linguagens que agregam valor uma a outra – um casamento perfeito – então tenho estudado um pouco de flex e por não JQuery? Tudo que agraga valor ao seu serviço é merecedor de horas de dedicação ao seu aprendizado. Bom, esse era o meu “depoimento”. Estou na minha segunda semana de estudos de php e flex e em breve espero poder preencher esse campo: “Web Site: Opcional”
    Abç!

  22. Danilo DeversoNo Gravatar disse:

    Danilo Deverso

    Bom Dia!
    Nunca li um livro tecnico, mas sempre me atualizo via portais e manuais, afinal um profissional desatualizado não consegue nem ser mais um no mercado de hoje em dia, por isso ser bom no que faz, não é apenas fazer rápido ou simplesmente conseguir fazer, tem que fazer direito e de forma mais atualizada possivel, pq atualização significa inovação, otimização de tempo e mais especificamente, é um resumo de códigos! Espero ganhar o livro, mas caso não ganhe, terei que comprar né rsrs!!

    Abraço Maujor e parabéns!

  23. Alexandre de OliveiraNo Gravatar disse:

    Alexandre de Oliveira,

    Quanto mais tempo você conhece um assunto, mais parece que você se demora a se atualizar. Conheço algumas pessoas que programam no PHP estrutural há anos. É o suficiente, alegam. Pessoalmente, na época do lançamento do PHP5 me demorei a progredir por alguns vários meses.

    Quando a necessidade bate, aí a gente corre atrás. A sensação de “não preciso disto agora” causa um relaxamento e evita o profissional de progredir.

    É isto.

  24. Hugo CalheiraNo Gravatar disse:

    Tive um grande problema com a atualização de conhecimentos com a chegada do actionscript 3. Que veio bem em uma hora que mudei de empresa, pra trabalhar menos com o flash. Isso resultou em uma estagnação e fiquei refem do actionscript 2. Somente hoje, estou fazendo alguns cursos e tirando o atraso, pois estava prestes a ficar realmente defasado nesse mercado.

    Isso mostra a importância dos profissionais web tentarem acompanhar as novas tecnologias, para não serem atropelados por elas.

  25. Gabriel Moraes BarbozaNo Gravatar disse:

    Cai de para-quedas na área de programação, no entanto me apaixonei pela programação para WEB, procurei faculdade, cursos e não me faltaram livros.
    Hoje faço freelancers construindo sites, mas trabalho mesmo com Java para dispositivos móveis, migrar do pc para o celular não foi tão fácil devido a falta de padrões, mas como o post diz é preciso se reciclar e se adaptar as novas tendências. abraço á todos!

  26. Ruan CarlosNo Gravatar disse:

    Acredito que todas as pessoas estão desatualizadas, pois as atualizações estão cada vez mais rápidas e mais frequentes, sendo assim muito difícil de acompanhar tudo.

    @Leo apesar de não ser muito fã de livro técnico eu aceito a sua doação 😉

  27. AlissonNo Gravatar disse:

    Além da internet realmente a metodologia de atualização que mais utilizo hoje em dia são os livros, a internet acaba me dando o acesso direto a uma informação específica, e caso desperte meu interesse e nela eu confie, parto para um bom livro específico sobre o assunto, parabéns ao maujor por mais essa iniciativa contribuindo para o crescimento da web no Brasil.

  28. Alexandre UeharaNo Gravatar disse:

    Para mim, nada melhor que ficar atualizado é acompanhar o que rola na internet… acompanhar blogs, twitter de profissionais da área e claro ter sempre livros atualizados.

    Isso independe da tecnologia q trabalho, seja ela alguma linguagem de programação que trabalho, ou que gosto ou até alguma metodologia.

    Nunca se sabe o que pode acontecer no mercado então mesmo que trabalhe com java por exemplo, estudo RoR, Python, etc

  29. Leo BalterNo Gravatar disse:

    Parabéns, Maujor.

    Infelizmente são poucos os profissionais de jQuery e JavaScript no Brasil. Menos ainda os que se especializam na área.

    Seu livro ajuda muito no crescimento dessa comunidade. Estarei substituindo a 1a pela 2a edição e o que sobrar farei doação para uma biblioteca específica da área de TI.

    Espero que venda muitas tiragens!

  30. Rodrigo BrambillaNo Gravatar disse:

    Aprendi a trabalhar com HTML, sem CSS e PHP, com o tempo aprendi o CSS e o XHTML e PHP orientado a objeto, fora que nesse meio tempo descobri o jquery, que é fantástico por sinal, acho que nós profissionais da TI devemos estar sempre em constante atualização porque além de ser competitivo o mercado ele não perdoa.

  31. Christopher MouraNo Gravatar disse:

    Acredito que a constante atualização, seja por meio de livros, websites ou treinamentos formais é um requisito obrigatório para profissionais que atuam na área de Tecnologia da Informação e principalmente para aqueles que desenvolvem para a web.

    Eu busco sempre acompanhar as atualizações das áreas em que atuo criando projetos privados e experimentando as novidades, além é claro de procurar aprender assuntos novos como neste ano estou investindo na área de Experiência do Usuário (UX) e também na área de SEO.

    Eu encaro essas iniciativas (aprimoramento constante e aprendizado em novas áreas) como um investimento para que eu possa oferecer melhores soluções aos meus clientes, além de “melhorar” a web.

  32. Lucas AraújoNo Gravatar disse:

    Lucas Araújo
    Curso e desenvolvo software para sistemas Windows. A cerca de 1 ano tenho passado para tecnologia Web. Desde o inicio percebi as funções do jQuery onde me deslumbrei com tanto recurso e funções que esta magnifica ferramenta contempla. Um livro do Maujor neste momento com certeza iria alavancar minha vida como desenvolvedor para um conhecimento aprofundado e realizações, pois quem trabalha como desenvolvimento fica satisfeito em ver algo que ele produziu sendo usado por outras pessoas, e é isso que desejo: auxiliar as pessoas e lhe mostrar que tudo pode ser fácil!

  33. Giovani meineNo Gravatar disse:

    Giovani Meine

    Tive alguns problemas no decorrer destes ultimos meses e agora com tudo se normalizando, estou voltando a buscar conteudo e conhecimento para estudo, ai tenho a sensação de ter ficado parado por muito mais tempo! A base é sempre a mesma mas com a evolução deve se estar sempre em constante busca de aprimoramente para me manter entre os melhores e oferecer soluções!

  34. José Henrique FernandesNo Gravatar disse:

    A área da informática sofre muito com o problema de os livros estarem desatualizados. Tudo muda muito rápido.
    Mas o valor de referência e contéudo em um livro é insubstituível.

  35. Filipe Duarte da SilvaNo Gravatar disse:

    Comecei nesse mundo a pouco tempo (cerca de 1/5 ano). Comecei aprendendo pascal, depois C, Delphi (o qual me despertou para area) e PHP. Depois vi a necessidade de aprender uma linguagem client-side para desenvolver para web. Comecei a aprender Javascript e descobri um tal de Jquery! Esse é o cara! Quero muito aprender ele.
    Estou sempre procurando por coisas novas. Se ficarmos desatualizados, como bem disse o Felipe Franco, “simplesmente serei eliminado do mercado como se nunca tivesse existido.”
    Livros são sempre uma fonte riquíssima de informação. Em conjunto com a internet são uma mãozona na roda. Tem muita gente disposta a ajudar e isso é motivador.

  36. Leonardo Souza da SilvaNo Gravatar disse:

    Leonardo Souza da Silva
    Trabalho com desenvolvimento front-end, estou sempre me atualizando a respeito das propriedades CSS que
    os browsers depois de atualizados, passam a interpretar. Concordo plenamente com a opinião do Maujor, ainda mais que não existe motivo para sempre fazermos a mesma coisa, o trabalho fica chato, eu tento sempre aprimorar minhas soluções.

  37. Felipe FrancoNo Gravatar disse:

    Felipe Franco
    Acho que pelo fato da Tecnologia da Informação ser muito mais dinâmica que outras áreas, acaba por tornar a profissão um constante desafio. Estou neste mundo computacional desde 2004, quando entrei na faculdade de computação e comecei a fazer cursos extracurriculares. Só o fato de eu ter trancado meus estudos aqui no Brasil p/ fazer um intercâmbio, já foi suficiente para me assustar frente a tamanha atualização de algumas linguagens e ferramentas de tecnologia num curto espaço de tempo. O curso de webdesign e o pascal inicial da faculdade feitos por mim naquela época, já ficaram ultrapassados quando entrei no mercado de trabalho e vi que muito do que eu aprendi, já não era utilizado e as vezes até abominado por profissionais mais experientes. Vejo então que ou eu continuo a desprender energia e dinheiro para na minha atualização, ou eu simplismente serei eliminado do mercado como se nunca tivesse existido.

  38. José Antonio PereiraNo Gravatar disse:

    José Antonio

    As atualizações são primordiais a qualquer seguimento da nossa vida, o maior problema são as incompatibilidades com diversos programas, drivers etc.
    Uma segunda edição de um livro quando tem a finalidade de atualizar o leitor (como é o caso do livro do Maujor) é sempre necessária e importante principalmente para quem trabalha no segmento.
    Tenho os dois primeiros livros do Maujor e estou sempre aprendendo alguma coisa (não trabalho no ramo).
    Uma maneira que na minha opinião ajudaria muito, seria os lançamentos de edições de livros para baixar na internet pois resolveria o problema imediato de quem não tem tempo de esperar a chegada do livro. (já pensou nisso Maujor).

    Obrigado sempre e que Deus continue te iluminando.

  39. bruno rozendoNo Gravatar disse:

    Bruno Rozendo
    Quando comecei na área de web (um pouco mais de 3 anos ) fui muito feliz, porque comecei por webstandards, html, css, javascript, lá no fundo uma animação em flash.

    O tempo passou e eu fui tomando mais gosto pelas coisas, me arriscava a ler de vez em quando as recomendações da w3c, e assim fui crescendo, comprei um livro de PHP aqui, outro ali de Expressões regulares. Nessa caminhada encontrei o JQuery nos livros do maujor. Foi amor a primeira vista, sintaxe fácil, produção rápida ( e já me livrou de cada uma… ) .

    Mas o legal dessa historia toda é que eu nunca parei de pesquisar (ou atualizar), sempre querendo saber mais. Hoje estão nos meus favoritos listas de discussão do HTML5 e CSS3, seo, padrões de projetos, e uma imensidão de outras tecnologias.

    Atualmente, aqueles que foram meus professores agora são colegas de trabalho, no qual dividimos informações experiencias. Atualizar meus conhecimentos não tem preço. E compartilha-lhos e mais valioso ainda.

    Sobre a decisão de um novo livro de css ( CSS3 ) concordo plenamente, mas fica aqui um pedido meu:
    Explicar melhor sobre position (absolute, relative). Serial algo “Quando estão aninhados”…
    Esclarecer mais sobre display. Porque em um elemento inline o atributo widght não funciona.

  40. Fernando SantanaNo Gravatar disse:

    Fernando Santana

    O que está me preocupando é a versão 5.3 do php, o Doctrine 2 já usa ela, assim como outros frameworks e bibliotecas estão começando a usar os seus recursos. Acho que o php está evoluindo muito e isso é bom. Mas o que será do código legado? Não vejo os grandes servidores de hospedagem tomando alguma posição quanto ao assunto. Será que eles vão querer mudar da noite para o dia? E ver tudo parar ?

  41. Leonardo S.MardiniNo Gravatar disse:

    Antes de descobrir a web, me sentia desajustado com o mundo, pois nada que conheci

    parecia suficientemente valioso a ponto de me entregar inteiramente.
    Assim, quando iniciei a faculdade de ciência da computação, ainda sim não me cativo, percebo

    hoje que pelo fato de não ser voltada para a web e de que não sabia o potencial da web

    (naquela epóca era só msn e orkut rsrsrsrs), comecei a aprender a linguagem C/C++ e pascal,

    porém logo deixei a faculdade quando um amigo me apresentou o DreamWeaver e me mostrou como se

    fazer um site, desde então conheci o HTML 4.1 e as CSS 2, ai percebi que amava PHP/MySQL(estou

    estudando ainda hoje ^^ ) e sempre que vejo uma novidade (ex: HTML 5 e CSS 3) me sinto

    ecstasyado, pois para mim é a chance que tenho de criar coisas novas tão grandes quanto meus

    devaneios, hoje estou abrindo minha empresa voltada para a web e trabalhando em ferramentas

    que compartilharei gratuitamente.
    Afinal de contas a web é um lugar onde qualquer um pode ser e ir até onde seu pensamento o

    levar e criar um mundo para si ou todos aqueles que partilham de seus sonhos e desejos.

    Na minha opinião em vez de web(teia), deveriamos chamala de webwe (we-by-we) “nós-por-nós”,

    afinal de contas a web e nosso legado e depende de pessoas como o Maujor para o seu

    desenvolvimento, saber que você já está pensando em atualizar os livros com linguagens que

    ainda viram só me faz acreditar mais no seu potencial Majour e ter a certeza de que você

    escreve, não para vender livros, mas sim espalhar o conhecimento. ^^

  42. RobisonNo Gravatar disse:

    Eu tenho o CSS do Maujor, que uso sempre quando tenho alguma dúvida com CSS durante o desenvolvimento, Apesar de ter muito conteúdo na Internet, ele e muito espalhado as vezes demora muito para encontrar uma coisa simples, com um bom livre nas mãos fica mais fácil encontrar uma referencia, na hora do desenvolvimento.

  43. Daiana dos SantosNo Gravatar disse:

    Daiana dos Santos
    Boa Tarde,
    Embora eu esteja nesta área a pouco mais de dois anos nesta área, já passei por algumas mudanças, principalmente entre a forma como aprendi no curso e a maneira q realmente é melhor de se trabalhar… Exemplo q o curso me ensinou no HTML a trabalhar somente com tb, tr, td, e qd eu descobri as div´s (e devo isso muito ao seu livro de Css3 e (X)HTML) nossa percebi uma evolução grande em meu trabalho… Mas percebo q a evolução é constante, e q no nosso meio as mudanças são necessárias.

  44. Wescley CostaNo Gravatar disse:

    Wescley Costa…

    Desde que comecei a trabalhar na área de desenvolvimento de sistemas, sempre tive problemas com atualizações.
    Comecei ali no PHP4, houve impacto quando mudou para o PHP 4.3, e quando mudou para o PHP 5 então, ai ai, que sufoco… e a cada atualização ainda sofremos um pouco…
    Outras tecnologias que uso e que mudam bastante, são o JQuery e o Zend Framework.
    As mudanças do JQuery não causam tanto impacto, mas as do Zend Framework, as vezes incomoda.
    É incrível como na área de tecnologia, a mudança acontece de forma constante e muito mais rapida que a nossa maneira de conseguir se organizar para acompanhar tal evolução.
    Mas é isso, acho que o grande “orgasmo” de trabalhar com desenvolvimento é a (quase)impossibilidade de caír na rotina, na monotonia, tem que querer muito.

    E o bom, é que temos pessoas como você, Maujor, que nos ajudam a manter o conhecimento sempre as margens das mudanças cotidianas… Parabéns pelo seu trabalho e obrigado.

  45. Raphael FigaNo Gravatar disse:

    Raphael Figa

    Caro Maujor,

    Estar atualizado é um dos fatores mais importantes que separam os profissionais dos outros. Quando assunto é internet pode-se acompanhar via eventos, google, blogs, midias sociais, eventos e grandes sites, como o proprio site do maujor.com
    No Brasil ja tivemos, e para alguns assuntos ainda temos, uma grande carência de conteúdo de qualidade que pudesse ser compreendido, manter atualizado e facilmente assimilado, como os livros do maujor.
    Principalmente aprender CSS de forma auto-didata não algo tão simples sem um bom referencial. Samy que o diga!
    Com este novo livro espero ficar por dentro das novidades quando o assunto é jQuery. E enquanto leio com muita atenção tudo o que há de novo nesta verdadeira Biblioteca do programador Javascript ficarei aguardando o CSS3 ficar estavel e escrever sobre as grandes novidades que ela vai mudar na nossa forma de desenvolver.
    E como disse Monteiro Lobato: “Um país se faz com homens e livros“, para mim faltam-me os livros.

    E que venha o jQuery a biblioteca do programador javascript 2 edição!
    twitter.com/raphaelfiga

  46. Diego FersanNo Gravatar disse:

    Fato que nenhuma atualização chega para prejudicar a sua vida, eu mesmo já tive esse pensamento – Caramba, mais uma versão do PHP, gastei um dinheiro para me atualizar, tempo de estudo e quando estou me firmando vem outra versão, resmungava. Mas logo depois me vinha outra sensação, a de conforto, afinal toda vez que eu me atualizava eu conquistava um novo cliente, vale ressaltar que uma porcentagem expressiva desses clientes vinham de concorrentes. E é o que eu tenho para compartilhar, atualizar é expandir sua área de atuação e reduzir a da concorrência.

  47. Gabriel LauNo Gravatar disse:

    Dedicado a Gabriel Lau:

    Sou desenvolvedor (PHP+CSS) a alguns anos já, e desde que comecei a estudar sempre estive antenado nas dicas do @Maujor para o desenvolvimento web. Posso dizer que boa parte do que sei hoje, em relação ao CSS, é graças aos bons concelhos do dinossauro verde. Recentemente adiquiri o livro de jQuery do @Maujor, e só depois disso é que vim desvendar os mistérios que tinha a respeito desse grande framework que hoje não dispenso nunca nos meus projetos.
    Pra todos que estão começando, e querem continuar antenados nas novidades do desenvolvimento web, eu sempre indico o site do @Maujor como referência.

    Abs []’s

  48. Caio HumbertoNo Gravatar disse:

    Seis anos atrás eu aprendia VB6 para desktop e PHP3 para WEB, e a todo momento eu fui obrigado pelo mercado de trabalho a me atualizar, comprando livros e utilizando ferramentas de pesquisas, atualmente eu trabalho com ASP.net e C# mas existem algumas coisas que eu não abandonei neste 6 anos, que são: HTML, CSS (aprendi e aprendo muito com o Maujor) e javascript a única diferença que tenho agora é no quesito js eu utilizo o jQuery (tambem aprendi com o Maujor). Tenho certeza que toda atualização de conhecimento tem muita valia para minha vida profissional.

  49. Renato AngeloNo Gravatar disse:

    Desatualizado
    Só procurei o site do Maurício Samy pq eu fui indicado a um livro dele o CSS e (X)HTML.
    Estou sinceramente desatualizado. Tenho uma agência de desenvolvimento, sou programador e estou com dificuldades de entender os códigos dos “meus” sites. Pois os designers fazem o layout e mtas vezes não consigo acompanhar. Estou me atualizando. Preciso! Sempre fui um buscador de novidades, mas barrei isso quando chegou o Tableless. Agora preciso, disso, estou respirando isso. Vou voltar a me atualizar.
    Renato Angelo

  50. Aline MachadoNo Gravatar disse:

    Como desenvolvedora web preciso me manter em constante atualização, e acredito que não só porque as tecnologias que uso evoluem, mas também sempre surgem outras e é preciso sempre estar atento.

    Para entrar e continuar na profissão só nos mantendo atualizado, porque cada vez mais os desafios são maiores e sabendo o que tem de novo, não é preciso reinventar a roda, né?

  51. Fernando MacedoNo Gravatar disse:

    Bom, aprendi PHP sozinho e o mesmo estava na versão 4. Atualmente utilizo a 5.2.3 ocorreram várias depreciações,todas boas (exemplo o ‘adeus as variaveis globais’).
    Acredito que não apenas a parte de desenvolvimento web tem que ser atualizada e sim todos os dias temos que buscar fontes de conhecimento, tais como jornais,revistas,sites,blogs e conversa com amigos.
    Além do PHP, utilizo a linguagem Ruby com o framework Rails. Comecei utilizar Rails na versao 2.1 e hoje que está na versão 3 ainda estou tentando começar a me atualizar sobre as mudanças e melhorias).
    Outra fonte de atualização foi a renovação que a Web teve com a chegada do jQuery, pois antes para fazer qualquer manipulação DOM eram linhas e mais linhas com um código, geralmente, porco e atualmente com poucas linhas e até mesmo com uma linha se resolve um problema. Inclusive a utilização de AJAX hoje graças ao jQuery está beeeeem mais prática, rápida e limpa.

    e é isso.

    Abraço!

  52. Vinícius AlmeidaNo Gravatar disse:

    Há pouco menos de um ano, embarquei no mundo da programação WEB. Faço engenharia e já havia feito um curso de Téc. em informática, onde aprendi apenas HTML. Isso mesmo, sem CSS, sem nenhuma linguagem server-side, só tabelão mesmo. Participei de um programa da Microsoft (S2B) onde ensinaram o básico de C# (asp).
    Porém, quando começei a trabalhar, teria que trabalhar com PHP. Começei a pesquisar e me encantei com a evolução e com o dinamismo dessa profissão.
    Aprendi muito de CSS aqui no site do Majour, e jQuery, conheci por acaso, também me apaixonei e comprei a primeira versão do livro, onde aprendi muuuita coisa.
    A única atualização mesmo que tive que passar foi ver as páginas WEB não mais como uma tabela e seus “rowspan”s da vida. Acosturmar-me com XHTML também não foi díficil, já que a organização do trabalho já conta muito!
    Desta forma, concluo dizendo que atualização é importantíssimo, bem como o conhecimento de um pouco de cada área.

  53. Lucas Calado Alves PereiraNo Gravatar disse:

    Boa Tarde Major,

    Belas palavras em relação a técnologia e internet. Compartilho da mesma opinião sua.

    Minha experiência na Web sempre foi com PHP+Js+CSS e HTML, sempre utilizei estas linguagens para chegar aos resultados desejados.
    Atualmente sou sócio de uma empresa e o tempo todo levantam questões para utilizar outra linguagem aqui dentro. Nunca fui contra outras linguagens, e pelo contrário, já fiz cursos e estudo elas com frequência. Porem acredito que toda linguagem tem seu mercado e suas vantagens, e o que faz do seu software/site um sucesso é saber escolhe-la na ocasião certa.
    Tive apenas um cliente que era preciso aplicar uma linguagem mais poderosa como o .Net ou Java, fiz o orçamento e mandei a proposta pro mesmo. Ele achou muito caro e desistiu da aplicação, hoje sei que na empersa dele roda um Software em PHP que não consegue atender a demanda necessária e sempre que penso, fico feliz em não ter sido feito por mim.

    Um abraço!!
    E obrigado 😀

  54. AdilsonNo Gravatar disse:

    Diariamente trabalho com:

    HTML, Javascript, PHP, Smarty, …

    Acho que o Jquery revolucionou a web, bem diferente da web que tinhamos pouco tempo atrás.

    Mas sempre fico na esperança de lançarem algum livro em javascript puro, para que aprendamos a nós mesmos animar nossos websites.
    Fica uma dica 😉

  55. Evandro FontesNo Gravatar disse:

    Começando, lá em meados de 2000, criando uma página via Assistente do HPG ( lembram disso ?! ), pois é…

    De lá pra cá a curiosidade só aumentou, procurei um curso de web design onde aprendi conceitos básicos de design, e html.

    Depois me aprofundei em PHP, começando no PHP 4 e depois partindo para o 5. E usando muito javascript junto.

    Tempos terríveis quando ouvi falar de AJAX e aquela parafernalha toda só p/ criar um objetivo XMLHttpRequest….. lembram disso tbm ?!

    Pois é, o cenário mudou muito, a divulgação de conhecimentos está mais ampla e cada vez mais estou vendo profissionais dedicados a programar conforme os padrões e sempre documentando isso.

    Diversos frameworks que vieram para facilitar o nosso trabalho ( vide jquery.com =D )

    E que venha o HTML 5, 0 CSS 3 e o PHP 6.. Vamos ver onde conseguimos parar com isso.

    abs!

  56. Tobias SetteNo Gravatar disse:

    Várias alterações tem se passado na area de TI. Na minha atuação, as mudanças mais significativas foram relacionadas ao kernel linux e os alguns aplicativos gnu que sofrem mudanças e melhorias de uma maneira bastante dinamica.

  57. Edson ZampieriNo Gravatar disse:

    Iniciei a Web a muito tempo atras, mas apenas com o uso de tabelas para editorar os trabalhos visuais em html, mas o tempo foi passando e este tipo de solução não bastava mais, então busquei aprender CSS para apliar as possibilidade e desde o inicio o Site do maujor é meu manual de instruções, hoje a situação é outra, além de realizar o trabalho visual também programo, utilizando o PHP, XML, AS3.

    Te agradeço Mauricio por um grande professor do meu desenvolvimento profissional.

    Deus te abençoe.

  58. Guto MarquesNo Gravatar disse:

    Desenvolvo pra web desde 2005. Comecei desde então com PHP e passei por muitas mudanças dentro da linguagem ou de utilidades complementares. Comecei fazendo tudo na mão, depois utilizando frameworks. Hj em dia estudando mais essa interação visual com jquery, uma vez que tem sido o foco dpois do flash. Portanto essas atualizações são mais que necessárias seja ela como for: desde rede sociais a materiais na web e livros.

  59. LeandroNo Gravatar disse:

    Sou recém-formado em Ciência da Computação, e trabalho na mesma universidade na qual estudei, há 1 ano e meio desenvolvendo o módulo de um sistema integrado utilizando Java, JSP, Struts, Sitemesh, Hibernate, Tomcat, HTML, CSS, JQuery e um pouco de Ajax. Como cada pessoa ou grupo é responsável por cada módulo, é imprescindível utilizarmos e desenvolvermos frameworks e seguirmos a mesma linha de desenvolvimento.

  60. Saymon YuryNo Gravatar disse:

    Saymon Yury
    Trabalho com desenvolvimento web a quatro anos e parece que de 2006 pra cá o mundo web mudou consideravelmente.
    Concordo com o Maujor em que todos temos que nos atualizar, independente de como…
    Conheço jQuery a pouco tempo, li artigos, fiz um mini-curso onlie, gostei muito deste framework, resolvi comprar o livro do Maujor, mas 15 dias depois, vejo no @maujor o lançamento da 2ª edição do livro que comprei, isso sim é atualização hein… quero dizer que neste caso pequei em não procurar saber sobre quando sairia uma nova versão. Isso deixa mais evidente que nós, ligados ao mundo web temos que estar sempre ligados as atualizações, seja ela em uma nova versão do PHP, CSS, de um blog interessantes e até mesmo do lançamento de um livro que você deseja adquirir…

  61. Pedro GazzolaNo Gravatar disse:

    Pedro Gazzola.
    Mesmo trabalhando com wordpress, aprendi CSS e vários truques de design no site do maujor! Já me acostumei com tantas mudanças e atualizações nas tecnologias, a solução que entrei é ter boas fontes de informação e nunca parar de estudar!

  62. Ane CarolineNo Gravatar disse:

    Então…não tenho muita experiência no assunto, estou começando a trabalhar com desenvolvimento web então lógicamente ainda não tenho problema nenhum com atualização de conhecimento, visto que agora que estou aprendendo. Procuro livros e conteúdos atualizados para poder aprender HTML, CSS e JavaScript, e sei que num dia não muito longe tudo que hoje eu aprendo ficará obsoleto e aí sim terei que atualizar o que sei.

  63. Marieli SchäferNo Gravatar disse:

    Aprendi HTML com tabelas e depois passei às famosas divs… CSS e atualizações e o livro HTML + CSS foi muito útil na minha vida

  64. Carlos NascimentoNo Gravatar disse:

    E fato que antes da atualização vem a compreensão. Se voce conssegue compreender bem os poderes e possibilidades que determinada ferramenta te da, atualizar e criar è muito mais simples. A pouco mais de um mes comprei um livro de Rails 2.3.2 sabendo que daqui a muito pouco tempo sai o 3 e vai mudar quase tudo, mesmo assim, esta sendo muito importante entender o que diabos faz a linguagem.

  65. Paiva JuniorNo Gravatar disse:

    Paiva Junior
    A tecnologia, sobretudo a informática, é muito dinâmica. E o que aprendi de PHP, há 5 ou 6 anos, mudou muito. O melhor seria um e-book sobre a linguagem, com direito a comprar apenas as atualizações de edições posteriores.
    Mas se até a língua (idioma) é viva, dinâmica, o que pode-se dizer sobre uma linguagem de programação?

  66. Mauro GeorgeNo Gravatar disse:

    Mauro George,

    Assim como o Maujor falou em um trecho “Qual foi a versão do PHP que você aprendeu na faculdade?” no meu caso foi com o HTML.

    Aprendi HTML o básico em casa, no notepad, em seguida fiz um curso, onde aprendi exportar os slices do fireworks para o Dreamweaver, onde ele gerava tudo em tabelas e em uma forma nada semântica. No entanto não me conformava com aquilo. Posteriormente comecei a trabalhar com o desenvolvimento front-end onde tinha que transpor do JPG para o HTML. Foi nesta época que conheci o site do Maujor onde comecei a aprender sobre CSS, XHTML, semântica e acessibilidade conceitos que foram inseridos através dos artigos do Maujor. Foi onde tive a atualização de conhecimento, lendo os textos do Maujor descobri que do modo que fazia era errado e resolvi aprender a fazer do modo certo. Lembrando que foi por minha conta afinal, o outro desenvolvedor fez em toda sua carreira na empresa do modo Fireworks para Dreamweaver sem nem saber o que era css. Não vou dizer que foi fácil, mais sim compensador, lembro do primeiro layout que fiz em CSS quando testei no Firefox estava todo errado, voltei e o refiz crossbrowser.

  67. Raphael MartinsNo Gravatar disse:

    Olá, sou o Raphael Martins;

    Trabalho com PHP mais ou menos há uns 10 anos, de lá pra cá o que não faltou foi atualização e depreciação de algumas funções do php e de toda a engine na verdade…

    Assim que foi lançando o PHP 5, com o conceito bem melhorado de Orientação a Objetos muitas funções / classes foram depreciadas, assim causando muitos problemas em aplicações antigas…

    Hoje em dia o maior problema das ‘atualizações’ é pro usuário final, isso quando se fala do browser. o IE6 mesmo que já houveram N campanhas para a exclusão do mesmo, ainda hoje sobrevive, e assim causando muitas falhas não só de CSS como o pior deles de JavaScript.

  68. Tácio BelmonteNo Gravatar disse:

    Para aqueles que trabalham na área de desenvolvimento web, realmente a reciclagem e a constante busca por conhecimento é fundametal!
    Iniciei meu trabalho aprendendo em foco as Css.Incrível como dentro de alguns meses de aprendizado, muito coisa já foi assimilado e muitas outras já estão em vista mediante a necessidade do mercado!
    Antes, para mim, Jquery era resumido somente em manipulação de códigos.Hoje, aprender a desenvolver Jquery é algo que traz um grande diferencial e também é fundamental para a utlização no meio web, pela sua funcionalidade, simplicidade e objetividade!!
    Todo o profissional da área de web ou de TI em geral precisa se atualizar!Isso é imprenscidível!
    A rapidez com que as tecnologias estão se propagando e o reconhecimento que o Brasil começa a ter nesse meio tem feito o setor ir a frente, crescendo bastante!!
    Valorizo muito o trabalho daqueles que se propõem a estudar e a esmiuçar o conteúdo das novas tecnologias para que nós,profissionais, venhamos a aprender de forma mais simples e rápida a novidade do mercado, sendo que normalmente o tempo é precioso para aqueles que trabalham nesse ramo!

  69. Plínio GarciaNo Gravatar disse:

    A internet é nosso meio e fim de trabalho e todos sabemos da dinamicidade das coisas neste meio. Um bom profissional tem a obrigação de estar atento às atualizações de sua ferramenta de trabalho afim de atender seu público com o que há de mais moderno no ramo. Aprendi CSS 1 com o site do @maujor e através dele, de uma maneira muito bacana, me atualizei pata o CSS 2. Outra mudança de de versão, e esta acredito bem drástica, foi as Action Scripts. Para quem desenvolve na plataforma flash sentiu bastante diferença quando migramos do AS2 para o AS3, foi uma mudança semântica e sintática, as adaptações estão acontecendo aos poucos mas uma atualização, ainda que drástica, é uma chance de renovar seus conhecimentos e fazer um ajuste fino na qualidade de seu trabalho.
    Maujor, você é um exemplo de profissional antenado com as mudanças que a internet propõe a todo o tempo, parabéns e obrigado por todas as lições.

  70. Luiz GustavoNo Gravatar disse:

    Comecei há uns quase 10 anos atrás com VB6 e ASP e hoje trabalho bastante com .NET, PHP, SQL, Javascript, XHTML e CSS, depois de passar por Qbasic, C, Java, Prolog, Python, entre outros, mas alguns somente na universidade. É interessante acompanhar hoje o desenvolvimento das linguagens de perto, vide novas versões do C#, XHTML e CSS, algo que antes eu não tive a oportunidade talvez pela minha idade ou talvez por novas metodologias postas em prática pelos “detentores” das tecnologias.

    Além disso os paradigmas também mudam: procedural, orientados a eventos, objetos, aspectos, e até se misturam para tornar nossa vida mais prática e o ato de desenvolver, não somente codificar, uma atividade prazerosa para muitos.

    Acredito também que a atualização nessa área, ou em praticamente todas, se dá não simplesmente pelo fato de “buscar a atualização”, mas pela busca que o interesse no assunto causa em quem o estuda, no fim, a atualização é apenas uma consequência.

  71. Tatiana OliveiraNo Gravatar disse:

    Tatiana Oliveira

    Meu trabalho envolve basicamente XHTML/CSS e AS. O processo de atualização do AS2 para o AS3 certamente é o que mais tem me apresentado desafios. É uma forma completamente nova de se desenvolver para Flash. Muito mais poderosa e instigante.

  72. Paulo AndrausNo Gravatar disse:

    Meu nome é Paulo Andraus e minha experiência com as mudanças web seguiu de perto o site do Maujor de CSS. Quando comecei, estávamos com o CSS 1 consolidado, e com algumas mudanças pretendidas para o CSS 2. Por isso, a cada novo post no site do Maujor, eu estudava e tentava assimilar o porquê das mudanças. O texto bem escrito e explicativo do Maujor ajuda muito os iniciantes e refresca a memória dos profissionais.
    Quero completar a coleção de livros do Maujor. Caso seja autografado, melhor ainda!

  73. Fausto Gonçalves CintraNo Gravatar disse:

    Fausto Gonçalves Cintra

    Caro Maujor,

    Atualização de conhecimento é sempre um assunto sensível. Aprendi e comecei a utilizar o PHP já na série 5.x, por intermédio de um framework (PRADO – http://www.pradosoft.com), isso em 2006. Antes disso, eu era um programador voltado a aplicações desktop, tendo usado o Delphi (por gosto) e o Visual Basic 6 (por obrigação). O VB6, apesar de não gostar dele, abriu-me as portas para a programação web por meio do ASP (descanse em paz!), e dele para o PHP.

    Em treze anos, veja só: Delphi, Visual Basic, VBScript, PHP, fora os acessórios: Javascript (com jQuery e Scriptaculous), SQL (diversos sabores), etc. O meio de TI exige uma grande capacidade de se reinventar a cada instante. O bom profissional está sempre aprendendo uma nova linguagem ou técnica de programação, ou, no mínimo, pretende fazê-lo.

    Um abraço,

  74. raphael MonteiroNo Gravatar disse:

    Trabalho com código estruturado, acessibilidade, padrões web, usabilidade, além de trabalhar toda a parte visual do projeto.

    Um abraço Maujor…

  75. Rickho AlexandreNo Gravatar disse:

    Acredito que a atualização de conhecimentos das tecnologias com que trabalho está diretamente ligada ao interesse de profundidade de conhecimento que tenho naquela tecnologia. HTML e CSS é fundamental. Estou buscando obter mais qualidade em PHP e JQUERY.
    Tenho o primeiro livro de JQUERY e pretendo doá-lo a um amigo caso consiga esse, senão vou ter que “juntar as moedinhas”. rsrs

  76. Aiman SarrafNo Gravatar disse:

    Trabalho na área de desenvolvimento web desde 2005 e de lá pra cá vi muita coisa nova, especialmente com CSS’s, versões novas de PHP, e MySQL, mas nada tão complicado a ponto de impossibilitar o trabalho, atualizações são necessárias, e garanto que daqui alguns dias vamos estar falando algo do tipo; ‘o que seria de nós sem html 5 e CSS 3’. Um profissional que se preze tem que se dar ao minimo de trabalho de ler o que á de novo em cada tecnologia, e empenhar-se sempre a estar o mais atualizado possível, tudo para fazer o melhor em seu trabalho.
    Acho ‘perda de tempo’ atualizar livros com frequência, se a mudança não for tão brusca, que o profissional se de ao trabalho de estuda-la, acho muito mais interessante ler/escrever sobre tecnologias novas, que ficar fazendo atualizações em livros a cada revisão minuscula de tecnologias antigas (PHP / MySQL / CSS2 e etc).

  77. Dinaldo R. Trindade Jr.No Gravatar disse:

    Atuo no mercado de T.I. desde 1996. A maior parte do período, mexi com infra-estrutura e suporte, quando fui do setor privado. Hoje, atuando no setor público, as circunstâncias, obrigações e contingências do trabalho me levaram a atuar com design e desenvolvimento web.

    Estou na batalha dos sistemas web há 2 anos e ainda me sinto um neófito. Ao contrário das tecnologias de redes, telecom, sistemas operacionais, hardware etc., cuja evolução é gradual e segue ciclo de vida previsível; as de desenvolvimento e design parecem pipocar de todos os lados a todo momento.

    Quando se pensa que se dominou determinada técnica, ferramenta ou metodologia, surge uma concorrente gerando o maior buzz no mercado.

    Comecei modestamente, atualizando conteúdos web no CMF Zope/Plone, baseado em Python. Tive que “comer com feijão” TAL, ZPTs, Eggs, Archetypes etc., tudo regado a (X)HTML e CSS, aprendendo enquanto implementava o site institucional e a intranet do órgão onde trabalho; simples assim: mais ou menos como aprender a pilotar durante o 1º voo.

    Agora que já estou calejado nessas tecnologias, mudanças nas estratégias dos gestores de T.I. do órgão requerem que eu aprenda Java (J2EE, Servlets, JSP, JSF, JPA etc.), IceFaces, AJAX, Ruby, Django, PHP etc. Além disso, devo dominar ferramentas e metodologias de produção de software: CMSs (Joomla, MediaWiki, Moodle, DSpace), processos (Scrum, XP) e ainda aplicar as medidas de boas práticas (PMI, CoBIT, ITIL CMMI, etc.).

    Para completar, é necessário dar suporte a sistemas legados (com + de 12 anos…) baseados em Delphi e Oracle Forms, enquanto não forem substituídos por outros baseados em Java.

    Manda quem pode; obedece, quem tem juízo…

    Ainda tem gente que diz que servidor público é vagabundo!

    Apesar de tudo, gosto muito do que faço: mexer com tecnologia em geral. É uma verdadeira cachaça! Difícil de largar o osso…

    Se ainda tiver tempo, quero explorar o mundo do hardware open source, iniciando pela tecnologia Arduino. Mas isso será só hobby, apesar de exigir conhecimento de C/C++…

  78. Rafael Viero MarquesNo Gravatar disse:

    Rafael Viero Marques,

    Sou estudante de Ciência da Computação, e atualmente sou recém funcionário da universidade que estudo, trabalho no desenvolvimento de site, usando php, css, HTML e jQuery. Comecei a estudar sobre desenvolvimento web, a pouco de 9 meses, não sabia nem se quer fazer um CRUD, no banco de dados, agora já estou com um conhecimento razoável, pesquisando e estudando na net encontrei o jQuery, e vi que ele ajudava muito na programação, principalmente na compatibilidade, comprei então o livro do maujor que é muito bom graça aos exemplos dele aprendi muita coisa e ampliei meu conhecimento. Falando sobre as linguagens e tecnologias, todo o pessoal de TI tem que ficar atentos a todo o momento sobre atualizações e lançamento de novas tecnologias, e no nosso ramo isso ocorre constantemente, um dos lado bom nisso é que sempre estaremos revolucionando nossos sistemas, e melhorando a cada dia, sem falar na bagagem de conhecimento que adquirimos.E a cada dia que se passa o que podemos fazer com as tecnologias disponíveis é sempre surpreendente, principalmente quando se trata de Sistemas Web, muitas ferramentas que deixam a aparecia e o desempenho muito bom, melhorando a cada atualização. Mas um lado ruim é que se nos para de estudar e pesquisar sobre novas tecnologias acabamos ficando para trás e desatualizados, e isso ocorre rapidamente em TI.
    Eu estou me aprimorando em desenvolvimento web, usando as linguagens mencionadas a cima, e estou de olho numa pós ou certificação em JAVA, quero ir para um centro grande, pois os recursos sempre são melhores, e também estou tentando arrumar um tempo para estudar sobre a linguagem FLEX, que é gratuita e mas o editor bom é pago. O visual é muito bom dessa linguagem, agora o desempenho ainda não entrei em detalhes, é uma tecnologia recente.

    Maujor, parabens pelo seu site e seus post`s, sempre são muitos bons.

  79. Francisco dos SantosNo Gravatar disse:

    Nome na dedicatória: Francisco dos Santos.

    Trabalho como programador autônomo, desde 2003, comecei fazendo sites estáticos, com HTML/XHTML e CSS e como não era fã (apenas uma característica minha) dos programas WYSIWYG, aprendi a programar no notepad.

    Atualizar o conhecimento é um refinamento de tudo aquilo que se aprende no dia-a-dia. Toda mudança que ocorre na web como um todo é o resultado desse refinamento de cada um de nós.

  80. Raphael S. NetoNo Gravatar disse:

    Raphael S. Neto

    trabalho com um sistema em ASP. o sistema já foi bastante melhorado em relação ao que foi entregue para a equipe no início. mas chega uma hora em que a tecnologia simplesmente não suporta mais melhorias, então pensamos em trocar o ASP por Java.

    obrigatória a atualização de conhecimentos, especialmente pra começar a desenvolver dentro dos padrões pra não virar uma bagunça. fizemos um curso de JSF 2.0, muito empolgados pra utilizá-lo no desenvolvimento. mas o framework padrão vem com a versão 1.2 do JSF.

    então, atualizar-se até que ponto ?? difícil dizer.

    Maujor, já consulto seu site desde 2007, valeu por todos os exemplos e dicas que serviram muito pra ajudar a entender o caminho das pedras do CSS e Web Standards.

  81. Josemberg GomesNo Gravatar disse:

    Comecei a estudar php.5 e não tive nenhum problema no que diz respeito a atualização, pois esta é a versão estável. Mas com relação a html percorrir a fase de transição do hml.4 para o (x)html1.0/ css 2.1 e como a web é tão dinâmica já é necessário está atento ao html.5 e css.3.

    Observo que essa instabilidade só não é favorável para nós pela falta de padronização dos navegadores, mais precisamente pelo IE que não dá suporte as novas propriedades css 3 completamente.

    e com relação ao Jquery pretendo iniciar a lidar com esta ferramenta o mais rapido possível, pois sem dúvidas é bastante útil para tornar o cliente-side mais interativo e dinâmico.

  82. Wilbelison JuniorNo Gravatar disse:

    Wilbelison Junior

    Muitas vezes já me deparei estudando uma tecnologia, lendo algum livro ou artigos na internet enquanto era anunciado que uma versão melhor estava para sair, como não aguentava mais esperar sair artigos e livros para algo que ainda nem saiu, estudava por exemplo o actionscript 2.0, mas neste meio tempo o 3.0 acabou saindo, muita coisa mudou, talvez teria sido melhor ter começado a estudar apenas o 3.0, e agora? Devo já começar a estudar um possível 4.0? Creio que assim como no actionscript aconteça isso em muitas outras tecnologias, somos obrigados (não que isso seja ruim, adoro aprender coisas novas) a estar sempre antenados, seja comprando um livro novo ou pesquisando artigos no google.

    Dos livros do Maujor tenho apenas o XHTML e CSS, eu era um daqueles webdesigners que a 5 anos usava apenas tabelas para montar suas páginas, o livro me ajudou muito e hoje não vivo sem css e tableless.

  83. André Luiz FerreiraNo Gravatar disse:

    Crie gosto pelo Desenvolvimento Web a 4 anos atrás quando comecei a trabalha em uma empresa de Software. Aos poucos comecei a mexer em seu site, não sabia quase nada principalmente CSS, fui procurando na net os exemplos e implementando em umas dessas procura achei o site do Maujor que me ajudou muito.
    Ano passado com muito sacrifico comprei os livros “Criando sites com HTML” e o “Construindo Sites com CSS e (X)HTML” que me ensinou muito sobre os Padrões Web que não seguia.

    Agora gostaria de ganhar mais esta obra do Maujor para dar uma upgrade no meus conhecimentos.

  84. Lucas SandesNo Gravatar disse:

    sou estudante de webdesign e atuo de fato a pouco tempo, mas mesmo assim já pude sofrer algumas atualizações de linguagens. Quanto a PHP eu meio que estou aprendendo na raça, lendo tutoriais e etc. mas pelo que ja estudei é uma linguagem indispensável para qualquer webdesigner. As linguagens que já ‘domino’ são apenas CSS (versão 2 ainda) e HTLM. Ainda sou girino nesse mercado mas tenho certeza que é isso que quero seguir. abraços!

  85. Luis Augusto VulcanisNo Gravatar disse:

    Trabalho com sites e ministrando aulas há oito anos e confesso que no início não tinha muito interesse a taualizar aquilo que já estava funcionando, mas foi na hora de rever parâmetros em um trabalho que comecei a atentar para a importância desta questão. Hoje sou um amante de tudo que é novo e um assíduo usuário de BetaVersion em todos os sentidos. Creio que muitas outras edições virão pois a biblioteca jQuery é imprescindível. Hoje trabalho com PHP, MySQL, CSS até o 3, HTML 5 (sim! Por que não!?), jQuery e muito mais. Quanto as aulas, só particulares pois me decepcionei sobremaneira com as escolas que ainda ensinam layout com tabelas, mesmo as que tem nome no mercado.

  86. Cauã Donadelli StopigliaNo Gravatar disse:

    Iniciei meus estudos em PHP há 2 anos, devido à necessidade pessoal de um sistema empresarial web. Desenvolvi o sistema com o básico (PHP, HTML, CSS e Javascript puro).
    Foi no final de 2009, quando decidi aprimorar o sistema, que resolvi pesquisar mais afundo esse tal de jQuery. Como queria ter pesquisado isso antes! Na mesma semana comprei os 2 livros do Maujor (jQuery e Ajax c/ jQuery), e quando estava prestes a iniciar o estudo dos livros, entrei no site da jQuery e vejo acabavam de lançar a versão 1.4. No primeiro momento fiquei com um pouco de receio em começar o estudo com a versão antiga, mas logo percebi que na verdade foram acrescentados várias funções, e que o resto continuaria igual. Ótimo.
    As atualizações são essenciais para as linguagens e frameworks, porque sem isso, elas ficam para trás e acabam “morrendo”. Achei muito bom o Maujor ter lançado essa nova versão do livro! Se eu não ganhar na sorte, vou comprar.

    Abraço!

  87. Ruan MérNo Gravatar disse:

    Atualizar o conhecimento é mais que obrigatório para quem trabalha na área de T.I. pois a tecnologia avançada muito rapidamente, e se você não se atualizar ficará para trás.

    Temos o exemplo do HTML e CSS que estão chegando em suas novas versões e trazendo diversas novidades que serão cobradas pelas empresas aos profissionais.

  88. Rodrigo Augusto de GodoyNo Gravatar disse:

    Já há alguns anos desenvolvo websites; no início de minha caminhada aprendi a utilizar a estrutura formada por tabelas e imagens recortadas. Era muito triste, utilizava o FrontPage para criar minhas páginas de HTML estático, e utilizava a tag ‘marquee’ – sim, ela existia naquela época e era o que de mais grandioso eu sabia fazer, além de gif’s animados.
    Alguns anos mais tarde, me formei no colégio técnico da Unicamp, e alí, já havia conquistado certo domínio de linguagens server-side como PHP. Aprendi a utilizar o PHP4 e já recorri a alguns tutoriais para me atualizar com o PHP5.
    Desde então, as linguagens de programação, as plataformas, os sistemas operacdionais evoluem constantemente, e assim como eles, procuro me atualizar sempre; seja por sites, livros, aulas… o importante é obter conhecimento para sermos capazes de criar ferramentas e serviços cada vez melhores aos usuários da internet.
    Espero, poder ampliar meus conhecimentos em jQuery com este livro do Maujor, que me auxiliou muito com seu site anos atrás, fornecendo-me tutoriais de CSS.
    PS.: Atualizações do PHP, por exemplo, não trazem grandes mudanças na sintaxe, ao contrário do ActionScript que mudou muito da versão 2 para a 3. Acho interessante manter certos padrões de sintaxe.

  89. Daniel BastosNo Gravatar disse:

    Bom, trabalho com PHP, HTML, CSS e JQuery desde 2007. Sempre procurei me atualizar com pesquisa em site (e com certeza a melhor referência em CSS e JQuery é o site do maujor), palestras, seminários e em livros. Atualmente tenho trabalho um pouco mais com ASPX.NET, e assim como qualquer aprendizado é bem vindo, tenho achado muito interessante essa nova linguagem de programação mas o que me prende ao PHP é a facilidade de se trabalhar tanto com pequenos quanto grandes projetos, de maneira fácil, e o melhor de tudo, com uma linguagem de free. E com certeza a união destas duas ferramentas, PHP + JQuery, de desenvolvimento web, quando bem trabalhadas, não deixa a desejar em nenhum critério.

    Um abraço a todos!!
    @daniellbastos

  90. Daiane AssenNo Gravatar disse:

    Mais uma vez é um prazer falar contigo Maujor. Estou aqui admirando o livro CSS e (x)HTML que adquiri do EDTED Curitiba, e já havia mesmo pensando nisso enquanto folheava o livro, sobre o CSS3 e o que fazer para acompanhar a tecnologia.

    Mas além disso, programo agora com base em PHP e as atualizações são importantes não só para os desenvolvedores, mas usuários. Tive realmente esses dias problemas ao ver que por exemplo o CMS Drupal não suporta a versão 5.3.x do PHP. E dá-lhe correr pra trocar a versão!

    Aprendi PHP com um livro em versão bem anterior, mas apesar de pequenas mudanças necessárias, o livro sempre traz uma estrutura didática, de um autor preocupado, o que muitas vezes tutoriais soltos na internet parecem não ter.. uma certa paciência. Bom, não abandono um bom livro. É certo que a internet traz muito conhecimento, mas depende muito de quem passa ele para frente.

    Uma grande abraço,
    Daiane Assen / @INapta

  91. Raphael CarvalhoNo Gravatar disse:

    O jQuery, sem sombra de dúvidas, revolucionou a maneira como escrevemos Javascript. Baseado no atalho $ para document.getElementById, o jQuery estendeu-o muito além do que se podia imaginar, misturando-o com a função document.getElementsBySelector.

  92. Diego DiasNo Gravatar disse:

    Diego Dias

    Comecei a desenvolver pra web em 2009, aprendi PHP, CSS e estou aprendendo Javascript agora, ainda não tenho livro, tenho somente o (X)HTML e CSS. Logo com menos de um ano de experiência em desenvolvimento web já me deparo com uma grande mudança que está acontecendo que é o HTML 5, o CSS 3.0, mas como a minha base de conhecimento ainda é diminuta no JavaScript e PHP, estou apredendo com o que há de atual, é sempre importante ler os últimos livros e também os antigos, para saber como andava e como está andando as ferramentas de desenvolvimento. Na minha faculdade toda semana vou verificar se há novos livros de desenvolvimento web. Acredito que é um dos requisitos para o bom profissional, ter um bom livro e ir se aperfeiçoando com as novas tecnologias.

    Abraço!
    @dibadias

  93. Álister Lopes FerreiraNo Gravatar disse:

    Comecei a trabalhar com web em 2004 e nesses 6 anos ficou mais que provado a importância de se atualizar, um brincadeira legal sobre isso foi o que o opera fez no seu aniversario colocando no ar uma versão da home deles como se tivesse sido feita quando surgiu a internet. Para se atualizar nesta área a internet é uma excelente fonte, porem é sempre bom também ter um bom livro para ter como guia.

  94. Édipo Costa RebouçasNo Gravatar disse:

    Édipo Costa Rebouças

    Desde 2008 trabalho com web, na época estava precisando pagar a faculdade, vi o que as empresas estão pedindo e comecei a devorar os livros.

    Muitas noites mal dormidas, mas que me valeram conhecimentos em HMTL/CSS/JavaScript/PHP que era o que eu precisava naquele momento.

    Consegui um emprego numa agência web, com o passar do tempo tive que aprimorar nessas areas já citadas, recorrendo a fóruns, livros, documentação, tornando-me especialista em HMTL/CSS/JavaScript. Hoje estou aprendendo magento e-commerce feliz da vida.

    Abraço Maujor.

  95. Douglas MirandaNo Gravatar disse:

    Meu nome é Douglas Miranda

    Ás vezes, realmente, nos deparamos com situações aonde a frequente atualização de componentes, plataformas, IDEs e afins, nos atingem de tal forma que ficamos incapazes de fazer como antigamente, quando você aprenderia os fundamentos de algoritimos e assim escolheria por exemplo a linguagem de programação COBOL e simplesmente continuaria alí só acompanhando algumas novas atualizações da linguagem. Nos dias atuais o problema é bem maior, pois dependemos de atualizações da IDE que utilizamos dos plugins e componentes dela, da linguagem de programação, dos frameworks e afins, principalmente quem tabalha com Web sabe como é isso de HTML 5, CSS3, Jquery, ZendFramework, mudanças no PHP e por aí vai.

    Por um lado é trabalhoso ficar se informando todo dia para ver novas atualizações, tirando finais de semana para aprender as novas versões, compreender as novas tecnologias que são mais rápidas que nós. Por outro lado, tudo isso faz com que não sejamos acomodados, não podemos acreditar que hoje conhecemos a linguagem do momento e vamos aposentar com ela, devemos estar preparados para quando ela estiver defasada ou até mesmo para quando sentirmos a necessidade de mudar, é claro que não podemos sair por aí mundando todo ano de linguagem nos projetos e mundando a cada semestre as versões dos componentes que utilizamos, devemos nos informar das mudanças ocorridas e escolhermos o tempo certo para atualizarmos nossas aplicações, sejam desktop ou web ou móvel.

  96. Helio SouzaNo Gravatar disse:

    Hélio de Souza

    Como desenvolvedor autodidata, sei bem qual é o valor de um bom livro. Comecei há 10 anos, aprendendo tudo o que podia em livros, manuais e tutoriais.
    A internet trouxe os fóruns e grupos de discussão. E foi por aí que tive verdadeiras ‘aulas’ de CSS com o dino Maujor.
    Hoje, dou mais ênfase à funcionalidade, optando por uma ou outra linguagem de acordo com o que o projeto exige.
    Estou ainda na versão 4 do PHP, e sentindo algumas dificuldades para implementar soluções que sei possíveis pela lógica. Talvez JQuery me traga novas luzes, abrindo uma série de outras possibilidades… enfim!
    O que sei é que não quero ficar engessado em um só caminho e para isto é preciso estudar muito.

    Um abraço!

    @heliodesouza

  97. Rafael S CaresiaNo Gravatar disse:

    Não podemos reclamar de mudanças, a tecnologia mudou, muda, e vem mudando nossas vidas na maneira de pensar, agir e se relacionar. Nós, profissionais que trabalha com a tecnologia já deveriamos estar acostumados a estas mudanças constantes. Deviamos estar sempre buscando este conhecimento de mudança e não só buscar o mesmo quando realmente não conseguimos mais ficar cegos a tal tecnologia.

    Estamos na era da inovação, inovem, mudem, se atualizem!

  98. Thiago CarneiroNo Gravatar disse:

    Trabalho com Web a aproximadamente 5 anos, e nesse curto período de tempo a mudança e a evolução foi constante e muito rápida e como uma pessoa sempre antenada buscando sempre aprender, nesses 5 anos fui evoluindo juntamente com a tecnologia, quando antes desenvolvia sites em tabelas, sem a preocupação com acessibilidade, usabilidade, enfim, não utilizava nenhum método de desenvolvimento, hoje, em todos os meus projetos ja se tornou indispensável web semântica, CSS, código válido, desenvolvimento em camadas.

    Outra evolução que acompanhei foi a do Php, se antes os codigos eram estruturados sem um padrão de projetos, no Php 4 o suporte a orientação a objetos era limitado, no PHP5 ja veio com um suporte a orientação a objetos bem melhor, fui me preocupando mais em criar códigos bem feitos, “bonitos”, bem documentados.

    Enfim pela experiência que vivi até agora, sei que é só o começo, pude aprender que tanto eu como profissional e a tecnologia para não nos tornarmos obsoletos temos que estar em constante evolução.

  99. Bruno CrociNo Gravatar disse:

    Quando comecei a aprender Web, pouco se falava em WebStandards. Então comecei com HTML4. Layouts eram tudo tabelas, códigos fontes enormes e feios.

    Depois aprendi XHTML e CSS. Então veio a Web2.0, sites cada vez mais interativos. Aprendi então Ajax.

    Hoje estou correndo atrás de HTML5 e CSS3. =D

  100. Danilo RibeiroNo Gravatar disse:

    Trabalho com desenvolvimento web há alguns anos, já trabalhei com asp, php e agora estou mais focado em asp.net c# aonde passei por varios frameworks 2, 3, 3.5 e agora estudando a versao 4.

    Manter atualizado é vital, com tantas ferramentas de comunicação (blogs, twitter, youtube, etc) é realmente bem mais facil, mas nada se compara ao bom e velho livro.

    Hoje em dia se voce ficar parado por uns 3…4 meses…. voce ja esta fora do mercado, as mudanças sao constantes.

    Abraços

  101. Everton Luiz GomesNo Gravatar disse:

    Já tive vários problemas, principalmente com a atualização de sistemas legados.
    Na área de desenvolvimento web, sempre fui meio autodidata, mas uma das desvantagens disso, é que como você não conhece praticamente nada sobre o assunto, é mais difícil filtrar o material que encontra disponível na internet, o que acaba muitas vezes dificultando o aprendizado, e no caso de atualizações períodicas de linguagens ou técnicas, acaba tornando obsoleto o que você aprendeu.
    Hoje já tenho mais condições de classificar o material que estudo, mas sem dúvida, é necessário ficar de olho nas tendências, para se antecipar a elas, buscando cada vez mais ser um profissional de vanguarda.
    Uma dica bem interessante em TI, é sempre estar por dentro dos conceitos e técnicas, se aprofundando nisso, a implementação vai ser fácil, mesmo que tenha de aprender uma, duas ou até 3 novas linguagens.

  102. Marcelo CostaNo Gravatar disse:

    Nome para dedicatória: Marcelo Costa

    Diferente de outras áreas a nossa atualização é constante, praticamente diária. Livros como esse nos ajudam imensamente em termos de praticidade e certeza de ótimo conteúdo. Sem ele(s) demoraríamos muito mais para aprender/atualizar nossos conhecimentos.

    Abraço

  103. Robson Coutinho da SilvaNo Gravatar disse:

    Robson Coutinho,

    Trabalho com desenvolvimento vai fazer um ano, estudo desde de Dezembro de 2008. Durante minha caminhada os problemas de atualização de conhecimento ocorreram com javascript, depois já me sentia confiante com html e css, que aprendi muitas técnicas no seu site e inclusive graças ao seu site eu não aprendi diagramar layouts com tabela, já comecei com as divs… eu comecei a entrar no mundo javascript, queria colocar alerts nas páginas e outras coisas básicas, os primeiros comandos inline foram fáceis de aprender, depois vi que estava fazendo errado, nas minhas pesquisas comecei a ver que javascript inline não era bom, ai tive que aprender usar os eventos no header do documento, tive problemas com versões de browsers, tudo tava muito difícil de aprender… comecei a desanimar com javascript, Document Object Model nao entendia muito bem, enfim… até que descobri o jQuery através do seu livro, não comprei o livro apenas vi o anúncio e resolvi olhar o índice, ai vi que existia um site com exemplos, peguei todo índice do seu livro escrevi no bloco de notas e comecei a pesquisar na net item por item… ia marcando ok no bloco de notas… hehe.. até que graças ao jQuery eu venci os traumas das incompatibilidades entre browsers, além de ter descoberto o mundo além dos alerts. Hoje trabalho com XHTML, CSS 2.1, jQuery e PHP 5 para realizar meus projetos.

    Pra finalizar, acho perfeitamente correto lançar apenas o livro novo sobre CSS3 quando estiver estável e compatível. Pois realmente com CSS2.1 provavelmente não existirão mais atualizações.

  104. Hugo C. FerreiraNo Gravatar disse:

    Há dois anos, iniciei minha trajetória como Desenvolvedor Web.
    A princípio, aprendí a diagramação de sites com tabela, e, tudo simplesmente se transformou quando, após pouco tempo, começei a me interessar mais a fundo no assunto, e descobrí os verdadeiros Padrões Web.

    CSS, XHTML, efeitos de menu que antes eram gerados pelo Fireworks se transformaram em linhas de comando bem menores do que os imensos Javascript gerados pela ferramenta de edição.

    Depois veio o Javascript, que sempre (ou quase) se começa a aprender para validar formulários, fazer pequenos efeitos de transição de imagens, e etc… Até que o “cifrãozinho” começou a aparecer em inúmeros tutoriais na web.

    Mais uma vez, uma nova tragetória a seguir: Escrever pouco e fazer muito, o lema desse novo Framework.

    Muitos dos problemas de acessibilidades, bugs de IE’s da vida, foram corrigidos, mas sempre é necessário mais e mais atualizações no que se conhece e se trabalha diariamente para desenvolver, dia após dia, soluções melhores no trabalho e vida.

    Um viva às atualizações…

  105. Elton NunesNo Gravatar disse:

    Esse livro é muito bom. Boa parte de conhecimento que tenho de jQuery adquiri por ele. Muito obrigado pela obra!

  106. Vitor LeonelNo Gravatar disse:

    Não só web, mas todo o ramo da tecnologia vem reinventando e evoluindo, cada vez mais e mais rápido. Novas tecnologias surgem e outras simplesmente evoluem. É difícil, mas quem consegue acompanhar todas essas mudanças à medida que ela vai acontecendo consegue estar a frente do mercado.

    Quando comecei a fazer páginas de internet, lá pelos idos de 2001, na época na 8ª série, comecei a entrar nessa mundo pela intuição, fazendo páginas estáticas e nem conhecia esse mundo dinâmico e nem mesmo JS.

    Abraço e Sucesso.
    Ainda preciso comprar um de seus livros.
    A internet ainda era nova no Brasil, por isso eu acompanhei de perto grande parte da evolução de lá pra cá, conhecendo o JS, CSS e o PHP. Dentre esses, o que mais noto evoluções é o JS, e toda a tecnologia hoje envolvida com ele como o Ajax e o JQuery.

  107. Samuel PampoliniNo Gravatar disse:

    Eu sou desenvolvedor .NET desde o framework 1.1, ou seja, já passei pelo que você disse sobre ter que me atualizar algumas vezes. Tive que evoluir para o framework 2.0, 3.0, 3.5 e atualmente estou estudando o 4.0. O mesmo acontece com python que está saindo da versão 2.6 para 3.0.

    Estas evoluções são reais e necessárias como você mesmo disse. O importante é ficar de olho nos blogs, tiwtters, sites, etc. de autores e pessoas renomadas no mercado.

  108. Charles OliveiraNo Gravatar disse:

    Nome para dedicatória: Charles Oliveira

    De todas revoluções ou evoluções que vi na web, a que mais me chama atenção sempre é a do AS2 se tornar AS3.

    Há quem diga, que hoje o AS3 é uma linguagem de programação; antes o AS2 não era (assim dizem).

    Então pergunto-me: qual o motivo de tantas pessoas idolatrarem o AS2 se ele era tão ruim? Seriam as pessoas orientadas por fontes erroneamente “aplaudidas” pela blogosfera?

    Vi nesta, e agora sim, evolução da linguagem, a possibilidade de analisar exatamente o que trata este artigo: atualize-se ou saía do mercado.

    Livros de AS2 no mercado não faltaram, mas algum deles teve a audácia ou quem sabe até, sensatez de dizer: o “AS2 é ruim” ou não é “linguagem de programação”?

    Claro, todos nós sabemos que linguagem de programação ele sempre foi, só que hoje todos que sabem trabalhar com a linguagem e tem a disposição e conhecimento sólido sabem que a desenvolvedora deixou buracos no projeto, buracos estes que quem estudou nos livros, cursos e materiais oficias certamente já conheciam.

    Motivado pela pergunta afirmo que são poucas as pessoas que orientam-se pelo que realmente a linguagem oferece; grande maioria acompanham o que outros estão dizendo. Já vi chamarem Xhtml de linguagem de programação, assunto este que é esclarecido nas primeiras linhas de alguns bons livros. Certo Maujor?

    Pois bem, não quero fugir do assunto, nem prolongá-lo, sendo assim permito-me finalizar dizendo: afirme que WordPress é melhor que Joomla, quando estudar todos as características de AMBOS, afirme que AS2 é uma linguagem perfeita para desenvolvedores quando a Adobe “bloquear seus botões direitos” sobre o os seus “buttons”.

    Estudar as coisas por completo, nos livros e outros materiais permitem-nos ir além do trabalho direto com a linguagem e esquecer aquela abordagem impírica que fazemos na blogosfera, nos nossos sites no quesíto opiniar.

    É para isso que existem os livros, cursos, documentações. Certo? :).

  109. William HortaNo Gravatar disse:

    Quando aos 12 anos fiz meu primeiro curso de HTML, não achei que a coisa era tão mais bonita e complexa, com o adicional que é o php + javascript.

  110. toninhoNo Gravatar disse:

    como alguém comentou aí pra cima estamos sempre desatualizados e ao mesmo tempo estamos sempre atualizando. Felizmente essa mesma tecnologia que nos ultrapassa oferece meios para alcançá-la. Um cachorro correndo atrás do rabo está praticando cooper.

  111. Fernando DaciukNo Gravatar disse:

    Olá Maujor, meu nome é Fernando Daciuk. Trabalho com web desde 2002, quando terminei meu Ensino Médio Técnico. Nesses 3 anos de curso pude aprender muita coisa, inclusive a me virar sozinho.

    Como não consegui emprego na área, trabalhava por conta própria, mas procurava sempre me manter atualizado. Fiquei um bom tempo sem mexer com HTML e, quando o fazia, só usava o modo visual do Dreamweaver. Usava códigos somente quando achava alguma coisa pronta na net; tipo links com CSS e alguma coisa em Javascript.

    No colégio, aprendi a fazer layouts de sites usando tabelas, frames, etc. Foi quando em 2007, se não me engano, estava navegando pelo site do Imasters e me deparei com uma tal de “Web 2.0”..

    Fiquei pensando: “Putz, que que é isso?”, heheh!

    Comecei a ler e perceber que não tinha nada de diferente. Apenas levar os webdesigners a metodologia correta de desenvolvimento web.

    Foi ai que comecei a me atualizar e conhecer XHTML, CSS (através do seu site, posso dize que aprendi quase tudo que sei hoje de css), Javascript, PHP.

    Sempre devemos estar atualizados, pesquisando, lendo para podermos estar a frente no mercado, como você disse no seu artigo.

    Não adianta “aprender” uma tecnologia e simplesmente “virar a cara” para as mudanças, pois elas sempre virão.

    Um abraço Maujor!

    .

  112. Rogerio Alencar FilhoNo Gravatar disse:

    Em 2004 tive o primeiro contato com programação, não notei muita graça em fazer programas que a pessoa fique limitada ao seu pc, então foi onde eu migrei para a web, só assim que me dediquei aos estudos para melhorar tecnicas e performace. Hoje temos que se atualizar diariamente, com a web evoluindo temos que acompanhar tambem, apesar de infinitos tutoriais na web com infinitos assuntos, nada melhor doque estudar por um bom livro.
    Ao longo desses 6 anos de estudos na area de web, sei que não sei nada diante de tanta informação que existe e ainda esta por vim!

  113. Leandro HenriqueNo Gravatar disse:

    Comentar sobre o livro do Maujor é uma honra, pois tenho a 1ª edição do Jquery, o de CSS e Html. Bom! são livro ótimos com linguagem, clara. Ou seja um bom artefato para se aprimorar os conhecimentos. Vale ressaltar que nós programadores devemos sempre correr atrás das inovações das tecnologias e que é preciso estarmos sempre em constante estudo para atribuir os novos conceitos ao nosso dia-a-dia e isso tem que ser de forma rápida porque na área da informática é tudo rápido. Lembro que quando comecei a faculdade o PHP era a versão 4 e hoje muitos usam a versão PHP 5.3 que está bem estável.

  114. Marcelo Divaldo BrakeNo Gravatar disse:

    Marcelo Brake.
    Comecei a trabalhar com o PHP no ano de 2002, quando as únicas linguagens de programação que eu conhecia era o BASIC e o Visual Basic, mas mesmo estas linguagens não conseguiam suprir as minhas necessidades. Quando aprendi PHP, ainda ná série 3, vi o potencial que ele poderia me proporcionar. No decorrer do tempo, comecei ver a necessidade de ampliar os meus conhecimentos com outras plataformas e paradigmas de programação, quando comecei me aventurar na Orientação à Objetos com o Java e senti falta deste método no PHP. Quando foi adicionado alguns recursos para OO no PHP, não pensei duas vezes e abraçei de vez o PHP OO e no decorrer deste tempo, sempre venho comprando livros e mais livros de PHP. Mas como só uma linguagem de programação não basta para o mercado e a necessidade de outras experiencias profissionais sempre clama, em 2009 comecei a dar aulas em cursos técnicos de informática e informática para internet, ensinando além do PHP, design para Web com CSS e JavaScript, o que ainda não tinha na grade da instituição, onde incorporei e hoje, fomento ainda mais a vontade de meus alunos de aprenderem e colocarem em prática o que tento passar. Para concluir, um estimulo para que eu continue, foi o fato de todos os grupos de TCC deste curso técnico de Informática para Internet, terem migrados seus projetos para Tableless e formatação exclusivamente com CSS e a cada dia me surpreendo com o que eles estão conseguindo.
    @maujor, parabéns por esta atualização e ficamos no aguardo de mais obras para incrementar nosso conhecimento. Grande Abraço.

  115. RudineiNo Gravatar disse:

    Trabalho com desenvolvimento WEB desde 2005, na epóca aprendi PHP com a versão 4, logo que saiu a versão 5 procurei me atualizar pois os servidores de hospedagem tbm começaram a migrar para PHP 5. A atualização de conhecimentos e aprender as novas tecnologinas é fundamental para se manter nesse mercado de trabalho. Além do mais, ao adotarmos novas tecnologias (atualizando nossos conehcimentos), estamos melhorando o desempenho e segurança de nossas aplicações.

  116. Rodrigo CapuskiNo Gravatar disse:

    Trabalho com web há mais de seis anos e a maior dificuldade que tive foi evoluir para web semântica, utilizando XHTML/CSS, código válido, desenvolvendo em camadas e etc.
    Creio que linguagem de marcação tem um complicador com relação às linguagens de programação servidor, pois estas não dependem do navegador utilizado pelo usuário, já o código HTML/CSS tem variações de renderização de acordo com o navegador utilizado. Tendo em vista a maioria de usuário que usam IE, o problema aumenta. E agora estamos prestes a passar por mais uma grande transição, que é o HTML5 e CSS3. Assim como tudo na vida, qualquer tecnologia está sempre evoluindo e se reinventando. Sem dúvida um profissional deve sempre estar se atualizando com essas evoluções, mas isso não é um fato que vale apenas para profissionais de tecnologia, mas sim para qualquer área.

  117. Gilson SuckeverisNo Gravatar disse:

    Gilson Suckeveris
    A evolução das tecnologias, linguagens de programação, framework´s é diária.
    Assim como considero que a cada dia aprendo alguma coisa nova, é igualmente certo que a cada dia alguem faz uma nova descoberta ou tem uma nova necessidade. Isso faz a evolução.
    E isso me faz a cada momento, buscar seja na internet seja através dos livros a atualização do que já utilizo e principalmente o que já existe para evitar a “reinvenção da roda”. Ainda bem que hoje temos a internet pra isso ! Quando comecei, e isso faz tempo, só existiam os livros.
    Mesmo assim , ainda gosto de ter os livros ao meu alcance e testar e retestar até aprender !
    Uso bastante PHP, Javascript e agora estou querendo melhorar meus programinhas usando o Jquery.

  118. Marcos Paulo BonattiNo Gravatar disse:

    Trabalho atualmente com Java e Flex, nas horas vagas faço freelas (PHP/CSS/JavaScript – jQuery, além de Java e Flex). Estou sempre me atualizando através da internet e de livros, pois sinceramente o que eu aprendo na faculdade não serve praticamente para nada em relação ao que tenho que fazer no dia-a-dia, além do ensino ser bem desatualizado. Se eu não me atualizasse estaria fazendo sites com a estrutura do layout feita por tabelas e mais tabelas até hoje, por exemplo. Por isso é muito importante constantemente nos mantermos atualizados para a realização de trabalhos cada vez melhores e mais práticos.

  119. Renan CerqueiraNo Gravatar disse:

    Dedicatória: Renan Cerqueira

    Algumas vezes me deparo com bugs gerados pelas novas versões. Um ótimo exepmplo é quando utilizo uma função que foi substituida por outra.
    É claro que as atualizações servem sempre para melhorar, mas deveriam manter as funcionalidades antigas e retirá-las apenas se estas entrarem em confito com as novas.
    Quanto aos livros, porque não criar um livro virtual onde as pessoas pagam uma quantia justa para ter acesso ao conteúdo atualizado?! #FicaDica

  120. Leonardo AntonioliNo Gravatar disse:

    Leonardo Antonioli
    Minhas experiências com atualização de tecnologias foram: jQuery, PHP e alguns CMS, como Joomla! e WordPress (afinal template tags e funções específicas também exigem um aprendizado e estão em constante evolução).
    Só que a mudança mais sentida não foi exatamente uma atualização da linguagem, mas sim da forma como se trabalha com ela: o HTML.
    Quando conheci HTML, aprendi num cursinho qualquer desses de revista e naquela época o negócio era programar com o notepad. Depois disso a coisa foi evoluindo e conheci o maravilhoso Frontpage, depois o fantástico Dreamweaver. E em 2006, quando me profissionalizei no desenvolvimento web, comecei estudando padrões web e voltei ao notepad. “Do pó vieste…” 🙂
    Nesse caso, não se trata de uma atualização da linguagem, mas da forma como a tecnologia é desenvolvida. Há pouco tempo, livros seríssimos ensinavam como fatiar imagens e fazer layouts baseados em tabelas. Hoje, um bom desenvolvedor deve entender o código e criar uma marcação semântica.

  121. Danielle SolderaNo Gravatar disse:

    A web, ao mesmo tempo que é democrática, e também dinâmica. Esta é feita de um todo integrado, a demonstração mais alta da evolução humana. E os profissionais que vive dela vivem, também possuem suas características.

    Livros como do Maujor são livros que devem ficar na cabeceira da cama destes profissionais!! Um trabalho maravilhoso, em sintetizar os conhecimentos que adquiriu aos longo dos anos e nas ultimas mudanças da Web.

  122. Maykel EsserNo Gravatar disse:

    Maykel Esser: Sempre que possível me atualizo com as tecnologias “pop” (as mais usadas no momento, e seus padrões). A bola da vez com certeza é o HTML5, jQuery e CSS3. Infelizmente alguns fatores impossibilitam que algumas sejam usadas, o que não é o caso do jQuery. Como a área web está em constante crescimento tecnológico e de demanda, normal que a cada dia surjam coisas novas. No mesmo semestre que comprei a bíblia do PHP 4.2, me aparece o PHP5. Já tive que praticamente descartá-la, pois algumas mudanças são pra valer!

  123. José Ivan dos Santos JúniorNo Gravatar disse:

    Como Front End e desenvolvedor autodidata passo por muitas necessidades de aprendizado , a cada dia muitos recurssos vem ficando obsoletos e muitos novos vem sendo implementados para melhor utilização, certamente a atualização das versões de linguagens de programação vem para ajudar no aperfeiçoamento do projeto e consequentemente para a necessidade de aperfeiçoamento e atualização dos conhecimentos para a nova tecnologia pelo programador.

  124. Caio TarifaNo Gravatar disse:

    Caio Tarifa

    Trabalho com padrões web, acessibilidade, usabilidade, código estruturado e utilizo como tecnologias RubyOnRails, PHP, XHTML e CSS, além é claro do JavaScript (jQuery)!

    Um abraço Maujor, obrigado por esta contribuição de conhecimento ao mercado de desenvolvedores brasileiros.

  125. RicardoNo Gravatar disse:

    Maurício. Show de bola.
    Quando tem uma atualização, é ótimo. Mas quando tem uma nova versão é chato reapreender, mas ficamos feliz por ter mais recursos, exemplo o Actionscript 3.

    Com livros em português das linguagens da web, fica mais fácil começar aprender. Vou esperar o sorteio para comprar o livro, quem sabe eu ganhe. Continue assim, abraço.

  126. Edenilson ToledoNo Gravatar disse:

    Atualização e evolução andam juntas sempre. Há a necessidade constante de aprender mais e mais, independente da área, matéria, idade ou situação em que nos encontramos. Especificamente na área de web a última atualização do Action Script à mim será um novo desafio, pois não sou muito familiarizado a programação voltada a objetos.

  127. EmersonNo Gravatar disse:

    Emerson Carvalho,

    Me atualizo sobre tecnologia e tendencias com blogs, cursos e livros, por isso estou escrevendo aqui e confiante que vou ganhar 🙂 … Nos últimos anos fiz vários cursos, desde tecnologia até metodologias… Sigo alguns blogs e tenho muitos livros. Também faço mestrado na área e pretendo não parar por aqui… Nossa área é muito dinâmica, o que é tendencia hoje é realidade amanhã e passado depois de amanhã… Acho que é isso… Parabéns pelo trabalho, pelo livro e pela iniciativa..

  128. Sérgio RodriguesNo Gravatar disse:

    Sérgio Rodrigues.

    Todos sabemos que atualizações são mais que importantes, eu diria ate mesmo que elas servem de base de sustentação para o sistema, um exemplo clássico e já citado no post é o WordPress, esta incrível ferramenta de gestão para sites/blogs passa por diversas atualizações ao longo do tempo, sejam elas de segurança, aprimoramento e ate mesmo de design. Como desenvolvedor Front end, me deparo diariamente com bugs em layouts e plugins que nascem a partir de uma simples atualização do CMS, alguns simples de resolver, outros quase impossíveis, mais o que dizer? sem as atualizações é impossível manter um sistema organizado e adequado com os novos tempos. Quanto a jQuery, essas atualizações são ainda mais primordiais, o mercado vem cada vez mais exigindo tecnologias mais flexíveis, dinâmicas e bem arquitetadas, afinal o mercado vive de competição, sem essa competição o mercado seria dominado por um monopólio sem precedentes, o maiores afetados? desenvolvedores e clientes, respectivamente.

  129. Glaucio CancionNo Gravatar disse:

    Olá, meu nome é Glaucio Cancion co-fundador da empresa Brand UP.

    O impacto que sinto com atualizações é realmente sobre o quanto tempo temos para dominar tal versão e o interesse da pessoa se atualizar, por exemplo programas como Adobe Photoshop que já está indo para a versão CS5 e tem gente que não viu nem o CS3, o próprio Windows que já divulga alguns comentários sobre o Windows 8 ou a melhor de todas ainda existe pessoas que usam o Internet Explorer 6.0. Para nós desenvolvedores sofremos muito com versões de navegadores.

    Quem trabalha com tecnologia já tem dentro de si a importância de estar sempre atualizando os conhecimentos, mas o usuário em si se limita apenas a novas idéias de mercado, um joguinho novo no Facebook ou Orkut ou simplesmente ter o Twitter por ter. As pessoas (sem generalizar), tem que acordar para o conhecimento, sem petulância digo até em consumo excessivo de conhecimento, que para mim é a fonte de tudo e quem não tem ou não acompanha será engolido no esquecimento.

    Abraços Maujor sou muito fã de seus trabalhos e obras.
    Que Deus o abençoe sempre.

  130. Tássia PellegriniNo Gravatar disse:

    Comecei a aprender HTML em 2007, e foi quando tive contato com WebStandards. Sem dúvidas foi um grande avanço e uma grande adaptação para mim, que hoje procuro aprender sobre HTML5 e CSS3. Foi também um grande “choque” reaprender ActionScript – a versão 3, orientada a objetos, possui uma forma totalmente diferente de pensar e produzir que a 2, que eu já estava bem acostumada. Creio que temos que reavaliar e nos adaptar – isso abre a mente para novas idéias e soluções, além de prover uma melhor experiência para o usuário.

  131. Paulo FernandesNo Gravatar disse:

    Paulo Fernandes
    A tecnologia atualiza-se tão rápido que precisamos estar sempre antenados com o que ocorre no meio tecnologico.
    A própria faculdade que fiz, sou formado em Tecnologia em Banco de Dados, no ano que fiz a faculdade, a Oracle havia lançado a versão 10 e a faculdade, por ter se preparado com licenças e tudo mais, nos ensinou a versão 9.

    Para não perder as novas funcionalidades, os professores davam materiais adicionais para nos ajudar.

    Algumas amigos da sala, acabaram comprando livros da nova versão e acredito que muitos deles tenham se beneficionado.

    Acredito que mesmo com a internet sempre com novos blogs, execelentes post, os livros são muito importantes, ele não desaparecem, se você for organizado 🙂

    Antes de comprar um livro eu sempre estou de olho em como anda o assunto do livro, para saber se terá alguma nova atualização e creio que isso seja o melhor que todos devem fazer, para não investirem o dinheiro em algo que se desatualizará em pouco tempo.

    Espero que ganhe este livro 🙂

  132. Wellington F. SilvaNo Gravatar disse:

    Saudações. Usando um novo layout, php, jquery e ajax, conseguimos deixar o portal onde trabalho muito mais leve, e muito mais simples dos usuários navegarem e de quebra os acessos provenientes de sites de busca tem aumentado absurdamente. Parece até mágica.

  133. Karin WatanabeNo Gravatar disse:

    Minha opinião é que sempre estamos desatualizados =D O volume de informações em mutação é imenso! Pego como exemplo o que você disse sobre o WordPress. Você atualiza um plugin e no instante seguinte já tem a atualização de outro disponível.

    Acredito que a melhor forma de nos mantermos atualizados é lendo sempre todos os canais informativos, abusar das conversas com contatos da área e utilizar bem as redes sociais, onde o tráfego de informação é muito rápido.

    Grande abraço!

  134. Marcelo de SouzaNo Gravatar disse:

    A internet é toda ela dinâmica, e o seu ritmo de crescimento e atualização é constante, até mesmo desconhecido e não vivenciado por outras áreas, não que isso a torne mais importante que as demais, mais é a realidade.
    O livro é uma das melhores fontes de estudos existentes mas infelizmente, e não sei se inventarão uma forma de isso mudar, são estáticos e registram o momento daquela linguagem ou técnica abordada e se no próximo minuto do livro lançado a linguagem muda, já se faz necessário começar a se pensar numa nova edição, tanto que a área que menos procuro livros em sebos é a de informática, exatamente por esse motivo.
    Tenho a 1ª edição desse livro, não fiz o que o Maujor recomendou no post para se atualizar com a nova versão da biblioteca (aluno não tão aplicado, rs) então fiquei muito interessado em obter esse novo livro atualizado, e talvez de repente quando eu comprar já se faça necessária uma nova edição!
    Assim caminha a humanidade cibernética!

  135. Silvio Andre Marques VasconcelosNo Gravatar disse:

    Estou aprendendo PHP mas desde quando comecei já ouve mudanças na sua versao, devido ao trabalho tive que aprender tambem AJAX , JAVASCRIP e JQUERY, recentemnete precisei da nova versao do JQUERY e tive muitas dificuldade com relação ao “autocomplite” pois estava usando com combobox e não consequia capturar o evento onclick acabei solucionando de outras formas, mas de um modo geral temos que estar sempre atualizados com relação as atualizações pois tem muitas coisas que podem nos ajudar ,os livros de CSS e HMTL do Maujor me ajudaram muito.

  136. Victor LarodielNo Gravatar disse:

    Victor Larodiel, aqui na agência usamos PHP 4, que foi o que aprendi na faculdade, agora estou me atualizando para o PHP 5 que está bem melhor para trabalhar com OO

  137. ALEX MARTINSNo Gravatar disse:

    Este livro Jquery do Maujor é de “cabeceira”. Deixo ao meu lado sempre no desenvolvimento de meus projetos online.

  138. Cláudio MendesNo Gravatar disse:

    Desde cedo o design e a web são duas paixões presentes na minha vida, depois de muitas voltas, aos 34 anos, trabalho especificamente para criação web em uma empresa de TI, o que logicamente visam atrair o cliente e ser funcional, neste ambiente trabalho com PHP, ASP, ASPNet e agora recentemente com jQuery.

  139. LucasNo Gravatar disse:

    Lucas Colombo
    Estou sentindo isso na pele agora e acredito que não vai ser a última vez que sentirei. Trabalho com web e curso Ciência da Computação. Como tu mesmo descreveu, o css está evoluindo para a versão 3, como eu só tinha trabalhado com a versão 2, tenho que me atualizar, o HTML também segue o mesmo caminho, já estou estudando a versão 5 pra não ficar pra tras. E como falei da faculdade que faço, o curso é voltado pra várias áreas da computação, entre elas a programação, até agora eu só vi Java, C e C++ e analisando a biblioteca Java, por exemplo, dá pra ver nitidamente as atualizações que ela sofreu.

  140. Patricia TonellaNo Gravatar disse:

    Trabalho com PHP, HTML e CSS. Com PHP ainda não tive “problemas” com atualizações de versões, pois comecei na versão 5. Com HTML e CSS, trabalho há mais tempo, então peguei algumas atualizações, mas não tive dificuldades para me adaptar, como já conhecia bem o assunto, as novas funções foram agregadas com facilidade. Atualizações constantes nem sempre são uma desvantagem. Quem quer fazer um bom trabalho está sempre antenado e sempre melhorando, contribuindo para um progresso constante das linguagens.

  141. Henrique BoaventuraNo Gravatar disse:

    Quando comecei a mais de 8 anos a desenvolver sites, era bem diferente. Código estruturado, spaghetti, sem um padrão de projetos.
    Isso aos poucos foi ficando cada vez mais estranho, com a chegada do PHP5 e seu melhor suporte a orientação a objetos, veio então a vontade de fazer código bem feito e bonito de se ver. Do lado do cliente, antes eu tinha que fazer funções para requisições AJAX na “pata” cheio de verificações, boring. Veio o prototype, o que já foi uma mudança da água pro vinho. Mas com o jQuery, veio o aumento de produtividade e o código elegante que sempre almejo. Esse é o desenvolvedor, sempre buscando melhorar, melhores ferramentas, melhores opções.

  142. Diego OliveiraNo Gravatar disse:

    Como desenvolvedor web focado no server side, ficar sempre ligado no que esta saindo de novo é essencial, pois sempre são divulgadas novas tecnologias e novas metodologias. Alias, toda a area de TI é uma area que pode mudar da noite pro dia, o que torna essencial para profissionais da area estarem sempre atentos e estudando.

    Quanto a decisão de não lançar uma atualização do livro sobre CSS 2.1 e sim um novo livro sobre CSS 3, acho certa. Não conheço a fundo sobre CSS, mas vejo que muita gente ainda não utiliza todo o poder que ela oferece para o desenvolvedor. 🙂

topo