Logo do siteSilhueta da face do Maujor seguida do texto Maujor o dinossauro das CSS

Menu hamburger Três barras horizontais na cor laranja destinadas a ser clicada para abrir o menu menu do site

Você está no BLOG do Maujor. IR PARA O SITE

Codificador de e-mail

Publicado em: 2006-05-12 — 28.681 visualizacoes         

Fornecer endereço de e-mail em uma página Web é sem dúvida a maneira mais fácil e rápida de ter em poucas semanas sua caixa de mensagens invadida por uma avalanche de mirabolantes mensagens não solicitadas, com promessas que vão desde ficar rico em 2 dias até a de ter parte de sua anatomia monstruosamente avantajada ou rejuvenescida, passando por ameaçadoras mensagens de corte de crédito e bloqueio de contas.

Spam tem se tornado um verdadeiro martírio para quem usa a Web (e quem não usa?). Alguns dispositivos são bastante eficazes na seleção e triagem de tais mensagens.
Eu uso uma ferramenta paga, que embora não evite que spam chegue a minha caixa de correio pelo menos os coloca em uma pasta separada.
Consultando a pasta, a simples leitura do assunto e anexo do email me permite rapidamente identificar e apagar spam, sem a necesidade de abrir a mensagem.
O interessante da ferramenta é que quanto mais se usa, mais “inteligente” ela se torna, e a minha já é quase um gênio, pois nenhuma mensagem “boa” vai para a pasta de spam

Medidas anti-spam existem várias, porém uma delas é tão irritante quanto ao próprio spam. Aquela que o remetente recebe um email de volta solicitando confirmação de envio e ainda tem que digitar um código (CAPTCHA) em caixa de texto
Eu não confirmo e não considero tais pedidos, pois a responsabilidade de prevenção é de quem recebe e não de quem envia.

Felizmente esta modalidade tem se tornado menos frequente, em um indício claro que “não pegou” o que confirma meu pensamento a respeito

A forma ideal de fornecer dispositivo de contato em uma página Web é via um formulário de contato, onde endereços de email ficam protegidos em scripts que são inacessíveis aos robots spammers, contudo há situações em que os emails devem ser fornecidos na marcação HTML.

Para estes casos considero algumas maneiras razoavelmente efetivas:

  1. fornecer o texto do email em uma imagem e usar o atributo alt com o endereço por extenso para fins de acessibilidade, p.ex: alt=”meuemail arroba dominio ponto com ponto br”;
  2. fornecer o texto de email por extenso assim: meuemail [AT] dominio [PT] com [PT] br;
  3. codificar os caracteres ASCII para entidades caracteres como mostrado a seguir;
  4. Ops! ao escrever esta matéria veio-me a idéia de combinar os os dois processos acima. Paranóia?.

O formulário existente nesta página destina-se a codificar um endereço de e-mail com uso o de entidades caracteres – Character Entities -, transformando o formato de escrita do email de ASCII para seu equivalente em entidade decimal. O processo para codificar é bem simples, basta entrar com o endereço de e-mail a ser codificado na primeira caixa de texto do formulário e a seguir clicar o botão CODIFICAR, esta ação fará ‘aparecer’ a codificação na textarea logo abaixo do campo de texto, copie e cole o código no lugar em que você deseja inserir o endereço de email na sua página Web. Esta codificação é normalmente interpretada para seu formato original de texto ASCII pela maioria dos navegadores sem necessidade de nenhuma intervenção extra, sua ou do usuário. O email assim codificado e inserido no código HTML da página será renderizado e apresentado ao usuário como um endereço normal de email e você não precisa preocupar-se com spammers.

Por exemplo:

Para aparecer na página o seguinte:

Para maiores informações envie um email para: seunome@dominio.com.br

Você insere no código fonte o seguinte:

Para maiores informações envie um email para:
<a href=”mailto:
&#115;&#101;&#117;&#110;&#111;&#109;&#101;&#064;&#115;&#101;&#117;&#100;
&#111;&#109;&#105;&#110;&#105;&#111;&#046;&#099;&#111;&#109;&#046;&#098;&#114;”>
&#115;&#101;&#117;&#110;&#111;&#109;&#101;&#064;&#115;&#101;&#117;&#100;
&#111;&#109;&#105;&#110;&#105;&#111;&#046;&#099;&#111;&#109;&#046;&#098;&#114;

</a>

CODIFICADOR DE E-MAIL







Leitura complementar

Um ótimo e útil compêndio informativo sobre Spam (em inglês): – http://www.spam-hq.com/

Plano anti-spam – como implementar um plano contra spammers (em inglês): http://www.spamplan.com/

Este formulário funciona com JavaScript de autoria de David R. Kerwood
Visitar o site do autor: West Bay Web Home Page.

Livros do Maujor

Desenvolvimento com Padrões Web? Adquira os livros do Maujor
Clique a "capinha" para visitar o site do livro.

capa livro jQuery   capa livro ajaxjQuery   capa livro css   capa livro html   capa livro javascript   capa livro html5   capa livro css3   capa livro jQuery Mobile   capa livro jQuery UI   capa livro SVG   capa livro RWD   capa livro foundation   capa livro HTML5 e CSS3   capa livro Bootstrap3   capa livro Sass e Compass

Esta matéria foi publicada em: 2006-05-12 (sexta-feira). Subscreva o feed RSS 2.0 para comentários.
Comente abaixo, ou link para http://www.maujor.com/blog/2006/05/12/email-encoder/trackback no seu site.

15 comentários na matéria: “Codificador de e-mail”

  1. FelipeNo Gravatar disse:

    Recebo emails codificados e gostaria de saber se tem como decodificar, pois o endereço vem com * no meio, por exemplo felipe_cunha2000@hotmail.com ficaria assim fel***_cu***@ho***il.*** gostaria de saber se tem como decodificar pra poder descobrir quem é o cara que fica me mandando mensagens, se possivel aguardo resposta.

  2. Dalton AlcobaNo Gravatar disse:

    Muito útil. Já estou usando em meu formulário. Muito obrigado!

  3. web de leve » Blog Archive » Convertidos #1 - Greenpeace disse:

    […] * use o codificador e evite o spam […]

  4. Convertidos #1 - Greenpeace « web de leve disse:

    […] * use o codificador e evite o spam […]

  5. Helen FernandaNo Gravatar disse:

    Muito útil o tópico.

    Eu gosto do E-mail Icon Generator que gera imagens dos e-mails mais populares: http://services.nexodyne.com/email/.

  6. Luxther DefaulNo Gravatar disse:

    Sobre prejudicar as pessoas acho que não, pois certamente é só selecionar o link do email na pagina e copiar e colar, já fiz isso e dá certo. Eu uso o endereço de email codificado como o Maujor ensinou e tudo ok. Agora, eu também uso dentro do link isso: rel=”nofollow” rev=”noindex” e nunca mais recebi spam. Verdade mesmo. Um grande abraço para todos.

  7. André MarcanthNo Gravatar disse:

    A idéia da imagem é muito boa. Será que os robots utilizados pelos spammers já não aprenderam a reconhecer as entidades caracteres? O uso destes métodos de se proteger dos spammers é importante, mas às vezes pode ser uma faca de dois gumes, pois se por um lado nos protege dos spammers, por outro lado, pode dificultar que algumas pessoas (às vezes importantes, como um futuro empregador) escrevam um e-mail, pelo simples fato de que eles não vão poder fazê-lo simplesmente clicando no link. Mas, para mim, a idéia é ótima.

  8. VolneyNo Gravatar disse:

    Minha sugestão é que a pessoa faça uma imagem de seu email em um editor de imagem e passe a usá-lo. Ou pode fazê-lo on-line

    http://services.nexodyne.com/email/

    A pergunta que fica é: Será que esse site acima não usará o seu email para a prática de spam?!

  9. Fernanda PrevedelloNo Gravatar disse:

    Queria saber se essa opção de substituir o nome pela codificação serve também no funcionamento dos formulário, lá na tag “input”. Fora isso, sempre que meu e-mail tiver de ser exibido, usarei tal script. Obrigada!

  10. Pedro RogérioNo Gravatar disse:

    Bem legal, desconhecia essa técnica.

  11. diegoNo Gravatar disse:

    Excelente!

    segue link no http://www.linkk.com.br para você ver sua notícia e os votos.

    http://www.linkk.com.br/story.php?id=380

  12. Érico OliveiraNo Gravatar disse:

    Parabéns pelo post. Realmente de grande utilidade, sofro todos os dias com spams em minha caixa postal. Ainda não tinha adicionado um email de contato em meu novo site por este motivo. Agora está resolvido. 🙂

  13. Thomaz LeiteNo Gravatar disse:

    Excelente. Eu fico com a imagem com atributo alt e com o endereço por extenso.

    Sobre o endereço codificado, é muito interessante para quem usa a função “mailto:” dos browsers. Para os que usam webmail, e precisam pegar o endereço e digitar no formulário de envio, não é muito prático.

    Até mais!

  14. Eric NascimentoNo Gravatar disse:

    Muito bom Maujor! Aqui é o Eric que trabalhou na Arteccom..da revista Webdesign!
    Estava procurando isso a um bom tempo.

    Aproveito para lhe apresentar um projeto meu em parceria com Beto Viera, designer da Arteccom e Luis Rocha, jornalísta da Arteccom também!
    http://www.bemblogado.com.br
    Grande abraço!!

    Eric Nascimento

  15. JoaresNo Gravatar disse:

    Muito boa matéria… muito inteligente essa medida de codificação…

    Eu desconhecia esta forma de se deixar o e-mail…

Comentário:





Teclar "Enter" cria um novo parágrafo. Teclar "Shift + Enter" causa uma quebra de linha.

Subscribe without commenting

topo